CIDADES
INTERNACIONAL
quinta-feira, 23 de julho de 2020
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

Sem alianças, partidos vão lançar chapas completas para vereadores este ano


Com o fim das coligações proporcionais, os partidos pretendem lançar as chapas completas para vereadores, com 44 nomes, que se trata do limite para cada agremiação nesta eleição. Em Campo Grande, as legendas estão fechando as listas, para depois agendar a data das convenções. A direção municipal do PSDB está finalizando sua chapa de vereadores, com 44 nomes, tendo a missão de manter a maior bancada na Câmara Municipal de Campo Grande. “Temos hoje (23) um terço dos vereadores da Capital, nossa chapa vai vir pesada e queremos eleger sete representantes”, disse o presidente municipal, o vereador João César Mattogrosso (PSDB). Já no MDB a legenda está com 10 nomes a mais do que é permitido, por isso terá que fazer cortes neste mês, para fechar sua lista. “Tem muita gente querendo concorrer, além daqueles que podem desistir, também vamos dar prioridade para quem tem mais viabilidade eleitoral”, contou Ulisses Rocha, presidente municipal.

Além dos dois representantes da Câmara, o MDB terá no seu time ex-vereadores como Jamal Salem, Renato Gomes, Magali Picarelli e Elizeu Dionísio. “Nossa meta é eleger cinco parlamentares”, adiantou Ulisses.

O PT que perdeu espaço nos últimos anos, pretende ampliar sua representação na Câmara com um grupo considerado “eclético” pela direção municipal. “Vamos ter 44 candidatos, com representante de diversos segmentos, para falar com diferentes setores”. Com apenas um vereador, a intenção é eleger quatro na Capital.

Novos – A direção municipal do DEM informou que vai apostar com nomes que nunca disputaram eleição anteriormente, tendo apenas um vereador (Eduardo Cury), que busca reeleição. “A maioria é de novatos, nossa lista está fechada e completa”.

Com cinco vereadores, o PSD vem com chapa forte para eleição na Capital, faltando alguns detalhes para fechar a lista de 44 nomes. “Ela está quase pronta e no momento certo vamos priorizar a questão política, porque o foco da legenda como do prefeito (Marquinhos Trad) é o combate ao covid-19”, disse Chiquinho Telles (PSD).

Com as mudanças no calendário eleitoral, as convenções partidárias vão ocorrer de 31 de agosto a 16 de setembro e a eleição está marcada para 15 de novembro. Nas cidades que tiverem segundo turno, o pleito será em 29 de novembro.

CGnews

quinta-feira, 23 de julho de 2020

Adsense

Paulinha

http://picasion.com/

RESTAURANTE IZABEL

http://picasion.com/

BARRACA DO PINHEIRO

http://picasion.com/

FIQUE EM CASA

http://picasion.com/

RioverdeRV

twitter @rioverderv