CIDADES
INTERNACIONAL
domingo, 7 de junho de 2020
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

MS chega a 2.253 casos de coronavirus; dos 121 novos, 78 são de Dourados


Boletim divulgado pela SES (Secretaria de Estado de Saúde) na manhã deste domingo (7) confirmou um aumento de 5,7% no total de casos de coronavírus em relação ao dia anterior. Agora, há 2.253 infectados em Mato Grosso do Sul, com 121 novos casos. Deste total, 78 são de Dourados –a 233 km de Campo Grande–, novo epicentro da doença no Estado.

A secretária-adjunta de Saúde, Christinne Maymonne, apresentou os dados da Covid-19, apontando, até o momento, 16.309 casos notificados, com 645 ainda em análise no Lacen (Laboratório Central) de Campo Grande e 1.084 sem encerramento.

Há, ainda, 12.327 casos descartados e 21 óbitos. Os dados foram fechados às 19h de sábado (6). O volume de casos confirmados (2.253) reforçou a curva ascendente da Covid-19 no Estado, conforme destacou a secretária-adjunta.Dourados totalizou 78 casos a mais, chegando a 571 no total. Em Campo Grande, foram mais 15 pacientes (388 no total, o segundo maior quantitativo do Estado). Também houve confirmações de casos em Rio Brilhante (7); Corumbá (6); Naviraí e Vicentina (3); e um caso em Ponta Porã, Chapadão do Sul, Aparecida do Taboado, Deodápolis, Fátima do Sul, Ivinhema, Ladário, Paranaíba, Sidrolândia, Três Lagoas e Terenos –que estreou nas estatísticas da SES.

Com os números deste domingo, a lista das 10 cidades com mais casos de coronavírus ainda conta com Guia Lopes da Laguna (241 infectados), Três Lagoas (159), Fátima do Sul (153), Rio Brilhante (102), Corumbá (87), Douradina (69), Itaporã (64) e Bonito (49).

A “higienização” nos números da SES, feitos em apoio com as Secretarias Municipais de Saúde, permitiu a retirada de um caso dos municípios de Costa Rica, Jardim e Sonora.

Casos confirmados de coronavírus em MS e localização

Dos 2.253 casos confirmados de coronavírus em Mato Grosso do Sul, 1.163 já são considerados recuperados da doença. Há, além dos 21 óbitos, 1.020 pacientes que seguem em isolamento domiciliar e 50 que estão internados –49 no Estado e um em Mato Grosso.

Dentre os internados, 32 estão em leitos clínicos, sendo 18 na rede pública e 12 na privada (com 2 em São Paulo). Quanto às 18 vagas de UTI, são 10 na rede pública e 8 na privada.

Christinne Maymone advertiu que, entre as internações no Estado, há uma tendência de aumento na macrorregião de Dourados –onde, além da própria cidade, municípios como Fátima do Sul, Douradina e Vicentina, entre outros, acumulam alto volume de doentes. São 14 leitos clínicos públicos e 3 de UTI ocupados com pacientes naquela região, além de 7 clínicos e 5 de UTI na rede privada.

Em Campo Grande, há 2 pacientes em leitos clínicos e 6 em UTIs da rede pública e 8 na rede privada (5 clínicos e 3 nas UTIs). Corumbá tem 3 leitos clínicos ocupados, 2 deles do SUS. Não constam internações na região de Três Lagoas.

Apesar dos números indicarem relativa tranquilidade, as autoridades de Saúde do Estado advertem para o aumento gradual no volume de internações, que incluem também casos suspeitos de Covid-19. Entre os 670 leitos clínicos já disponíveis, por exemplo, há 48 ocupados com pacientes nessa situação –taxa de 7,2%. O Estado aguarda liberação de 232.

Já em relação às UTIs, são 229 vagas já disponíveis, com 24 leitos adulto já ocupados (taxa de 10,5%, meio ponto percentual acima dos dados de sábado).

domingo, 7 de junho de 2020

Adsense

Paulinha

http://picasion.com/

RESTAURANTE IZABEL

http://picasion.com/

BARRACA DO PINHEIRO

http://picasion.com/

FIQUE EM CASA

http://picasion.com/

RioverdeRV

twitter @rioverderv