CIDADES
INTERNACIONAL
domingo, 11 de dezembro de 2022
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

Ex-morador de Rio Verde de MT/MS é brutalmente assassinado com golpes de faca em Rio Negro

 


Manoel Nunes Pereira foi assassinado à facadas na noite do sábado (11) em Rio Negro/MS. Ele já morou em de Rio Verde de MT/MS e tem familiares na cidade.

Conforme informações contidas no boletim de ocorrência, por volta das 20h30 a Polícia Militar de Rio Negro/MS foi chamada até uma residência localizada na Rua São João com a informação de que um homem teria sido vítima de esfaqueamento. Rapidamente os militares foram até o local verificaram a veracidade da informação. Com isso a Polícia Civil foi acionada.

Ainda conforme a polícia, a esposa de Manoel Nunes contou que ela estava dormindo enquanto a vítima estava sentado na frente da residência e por volta das 20h20 ela escutou um barulho vindo da varanda da casa, como se um vaso de plantas tivesse caído ao solo. Logo ela saiu e viu o esposo, Manoel Nunes caído ao solo em meio a uma poça de sangue, ferido com vários golpes de faca. Ele teria pedido água a ela. Desesperada a mulher correu para uma edícula aos fundos da residência e pediu socorro ao irmão dela, para que ele pudesse ajudar o cunhado que estava ferido. Por sua vez, o cunhado de Manoel saiu da residência para pedir socorro a uma pessoa que é enfermeiro e que mora na região onde tudo aconteceu. Quando o profissional da saúde chegou na casa, Manoel já não apresentava sinais vitais.

A Polícia Civil de Rio Negro/MS acionou a Perícia Criminal de Coxim/MS, assim como uma empresa funerária.

DILIGÊNCIAS E PRISÕES

Enquanto os policiais militares e civis estavam na residência obtendo informações de como ocorreu o homicídio, assim como das características dos autores, as Forças Policiais, um policial militar recebeu a informação de que duas pessoas estavam às margens da rodovia de uma das saídas da cidade pedindo carona. Rapidamente, o policial militar foi até o local e conseguiu abordar os dois suspeito que foram detidos. O policial militar acionou os policiais militares e civis que estavam na casa ondo ocorreu o homicídio e as Forças Policiais foram até a rodovia e prenderam os dois envolvidos.

Conforme a polícia, um deles confessou o crime e disse que as roupas que ele usava no momento do assassinato estava na casa de uma tia dele, pois ele foi até a casa dela e trocou de roupas para poder fugir. Os dois envolvidos foram levados para a Delegacia de Polícia Civil de Rio Negro/MS.

HOMICÍDIO E NOME FALSO

As informações policiais à respeito do homicídio de Manoel Nunes Pereira são de que algumas horas antes do crime, Manoel Nunes teria ido até a casa de um dos envolvidos que mora aos fundos da residência da vítima e pedido que ele abaixasse o som que era ouvido por ele e por um amigo. Houve uma discussão entre a vítima e os dois envolvidos.

Já por volta das 20h, Manoel Nunes ficou sentado na varanda da casa dele, enquanto a esposa de Manoel teria ido dormir. Já por volta das 20h20 a mulher ouviu barulhos vindos da varanda e ao sair encontrou o esposo agonizando e ferido em meio a uma poça de sangue. Ele teria pedido água e ela de um copo ao marido e logo foi pedir ajuda ao irmão dela. Os dois colocaram a vítima agonizando sentado no sofá da casa, enquanto o cunhado de Manoel saiu para pedir ajuda a um amigo que é enfermeiro. Manoel não resistiu aos ferimentos e morreu logo em seguida, ele pode ter sido ferido com pelo menos 9 facadas.

A esposa de Manoel Nunes contou que um dos autores do crime era uma homem de estatura baixa e de pele negra. Ela disse que ele estaria usando camiseta com vários dizeres. Ela ainda relatou sobre a discussão entre vítima e suspeito sobre o som alto. Uma outra fonte ligada a família de Manoel Nunes contou à reportagem que além dessa discussão, a suspeito do crime no mesmo dia, teria pedido dinheiro emprestado a Manoel Nunes, mas a vítima negou o empréstimo.

No momento do crime, o autor das facadas estaria em companhia de outro homem.

 Ao serem detidos pelo policial militar às margens da rodovia quando pediam carona, um dos envolvidos disse que as roupas sujas de sangue estavam na casa de uma tia dele, na cidade de Rio Negro/MS e aos serem presos pelas Forças Policiais, uma diligência foi feita e as roupas foram encontradas na casa.

Já na Delegacia de Polícia Civil, eles foram reconhecidos como sendo os envolvidos no crime e a polícia descobriu que um deles teria dado o nome falso. Em checagem pela identidade verdadeira do suspeito, a polícia descobriu que ele era considerado foragido da Justiça e estava com um mandado de prisão a cumprir expedido pela 2ª Vara de Execução Penal em Meio Semiaberto e Aberto da Comarca de Campo Grande/MS.

Uma terceira pessoa também, foi presa pela polícia, mas não há informação do envolvimento dela no crime. Os três foram autuados em flagrante pelos crimes de Homicídio Qualificado Por Motivo Fútil - Homicídio Doloso, se é praticado em concurso de duas ou mais pessoas – Identidade Falsa.

O corpo de Manoel Nunes foi levado para a o Instituo Médico Legal de Coxim/MS e posteriormente será liberado à família para os procedimentos de homenagens póstumas.

 

MOROU EM RIO VERDE DE MT/MS

Conforme informações repassadas ao RV News, Manoel Nunes já morou por alguns períodos em Rio Verde de MT/MS e tem familiares na cidade. Ele inclusive teve uma pequena propriedade rural na região e atualmente teria firmado o relacionamento com a esposa que mora em Rio Negro/MS e teria se mudado para aquela cidade.

Fonte: RVNews

domingo, 11 de dezembro de 2022

Livro

PROMOÇÃO OK NET

M

OK NET RIO VERDE

http://oknetms.com.br/

SUPERMERCADO BOM PREÇO

https://picasion.com/

RESTAURANTE IZABEL

http://picasion.com/

RioverdeRV