CIDADES
INTERNACIONAL
sexta-feira, 21 de outubro de 2022
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

Matei bem matado: mulher passa mal ao ouvir confissão de assassino de amiga

 


Uma amiga de Ana Carolina Jara, de 26 anos, assassinada pelo marido, conhecido como 'Kiko', em Ponta Porã, passou mal ao ouvir confissão do autor do feminicídio. "Matei bem matado", disse ele.

Conforme a delegada Thatiana Isabela Colombo, da DAM (Delegacia de Atendimento à Mulher de Ponta Porã), o mandado de prisão contra o homem foi em decorrência de uma agressão contra a sobrinha em 2019.

O suspeito procurou por uma amiga de Ana e chegou a confessar o crime. "Ele procurou por essa amiga ontem a noite e disse: “eu fiz uma cagada, matei a Carol. Matei bem matado, com uma faca”. A amiga entrou em casa e passou mal", disse a delegada.

 

Ana Carolina não tinha nenhuma medida protetiva contra 'Kiko', que estava em processo de separação, pois não queria mais o relacionamento. Os filhos do casal, de 4 e 6 anos presenciaram o crime.

O crime

Duas crianças, menores de 6 anos, presenciaram quando o pai, de 46 anos, conhecido como ‘Kiko’, assassinou a esposa Ana Carolina Jara, de 26 anos, na noite de terça-feira (18) distrito Nova Itamarati, em Ponta Porã, a 346 quilômetros de Campo Grande. Antes de fugir, homem confessou crime a uma amiga da vítima.

Conforme a delegada responsável pelo caso, Thatiana Isabela Colombo, da DAM (Delegacia de Atendimento à Mulher de Ponta Porã), o casal estava junto e possuiam dois filhos, sendo o mais de velho de 6 anos. As duas crianças presenciaram o crime.

 

O homem, que já tem passagens está, inclusive, com um mandado de prisão em aberto por lesão corporal. "Continua sendo procurado pela Polícia Civil. Ele possui mandado de prisão em aberto e não saiu da cidade, continua se escondendo", declarou a delegada.

Segundo informações, Ana Carolina tinha seis perfurações de faca no tórax e o corpo foi encontrado no quintal de casa pela polícia. Uma amiga de Ana Carolina chamou os policiais após o suspeito ter ido até à casa dela confessando o assassinato.

Logo após a confissão, ele fugiu. A polícia faz buscas por ‘Kiko’. O feminicídio aconteceu por volta das 23 horas, quando a amiga de Ana soube do crime. ‘Kiko’ tem passagens por lesão corporal dolosa, ameaça e violação de domicílio e já esteve preso em 2019.

Midiamaxnews

sexta-feira, 21 de outubro de 2022

OK NET RIO VERDE

http://oknetms.com.br/

SUPERMERCADO BOM PREÇO

https://picasion.com/

RESTAURANTE IZABEL

http://picasion.com/

RioverdeRV