CIDADES
INTERNACIONAL
terça-feira, 26 de abril de 2022
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

Homem ganha R$ 10 milhões na Mega-Sena e é roubado por sócio “sobraram 2 centavos na conta”; polícia investiga

 


Há quatro anos, um idoso de 71 anos acertou as seis dezenas da Mega-Sena e recebeu um prêmio de mais de R$ 10 milhões. Anos depois, ele se diz vítima de um golpe de um ex-sócio em uma funerária de Viamão, na Região Metropolitana de Porto Alegre, e alega que perdeu todo o dinheiro — o que motivou a Polícia Civil a investigar o caso. 

No último levantamento bancário nosso, ela tem só dois centavos. Tudo que ele ganhou na Mega-Sena foi retirado”, disse o delegado Juliano Ferreira.

O caso 

Em 3 de abril de 2018, Fredolino José Pereira juntou latinhas de cerveja na rua e vendeu em uma reciclagem. Ganhou R$ 13. Desses, usou R$ 7 para fazer duas apostas na Mega-Sena.

No dia seguinte (4), ele se tornou um dos novos milionários do Brasil. Ganhou R$ 10.251.126,97. Há quatro anos, um idoso de 71 anos acertou as seis dezenas da Mega-Sena e recebeu um prêmio de mais de R$ 10 milhões. Anos depois, ele se diz vítima de um golpe de um ex-sócio em uma funerária de Viamão, na Região Metropolitana de Porto Alegre, e alega que perdeu todo o dinheiro — o que motivou a Polícia Civil a investigar o caso. 

No último levantamento bancário nosso, ela tem só dois centavos. Tudo que ele ganhou na Mega-Sena foi retirado”, disse o delegado Juliano Ferreira.

O caso 

Em 3 de abril de 2018, Fredolino José Pereira juntou latinhas de cerveja na rua e vendeu em uma reciclagem. Ganhou R$ 13. Desses, usou R$ 7 para fazer duas apostas na Mega-Sena.

No dia seguinte (4), ele se tornou um dos novos milionários do Brasil. Ganhou R$ 10.251.126,97. A investigação tenta esclarecer como o então sócio do idoso conseguiu adquirir um sítio e uma frota de 10 veículos. 

A polícia já descobriu indícios de falsificação nos contratos pelos quais o ex-milionário foi excluído da sociedade na funerária. Quatro pessoas são investigadas e não tiveram os nomes revelados.

“Uma associação criminosa, com crimes de lavagem de dinheiro, de estelionato, furto, apropriação indébita e tudo mais”, diz o delegado. 

Os agentes fizeram buscas na funerária e na casa dos investigados. Um deles chegou a ser preso por porte ilegal de arma. Enquanto isso, Fredolino tenta recuperar na Justiça a fortuna perdida.

Via G1

terça-feira, 26 de abril de 2022

TENDA ENERGIA SOLAR

https://picasion.com/

SUPERMERCADO BOM PREÇO

https://picasion.com/

RESTAURANTE IZABEL

http://picasion.com/

BARRACA DO PINHEIRO

http://picasion.com/

RioverdeRV