CIDADES
INTERNACIONAL
quarta-feira, 6 de abril de 2022
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

EUA testaram míssil hipersônico dez dias após a Rússia invadir a Ucrânia

 


WASHINGTON — O governo dos Estados Unidos informou nesta quarta-feira ter realizado com sucesso um teste de míssil hipersônico em 5 março, dez dias após tropas da Rússia terem invadido a Ucrânia. Este tipo de armamento viaja a mais de cinco vezes a velocidade do som e dificilmente é detectado por defesas antiaéreas.

O anúncio foi feito pela Agência de Projetos de Pesquisa Avançada de Defesa (DARPA, da sigla em inglês), vinculada ao Departamento de Defesa dos Estados Unidos. A arma foi desenvolvida em parceria com a empresa Lockheed Martin.

O Hypersonic Air-breathing Weapon Concept - HAWC (Conceito de Arma Aérea Hipersônica, em tradução livre) foi lançado a partir de um bombardeiro B-52. De acordo com a DARPA, após a liberação da aeronave transportadora, o míssil foi impulsionado, e "acelerou rapidamente e manteve o cruzeiro mais rápido que Mach 5 (cinco vezes a velocidade do som) por um longo período de tempo".

Após massacre, moradores de Bucha revelam terror da invasão russa: 'Atirador com raiva disparou sobre a nossa cabeça'

O míssil hipersônico também atingiu altitudes superiores a 65 mil pés e voou por mais de 300 milhas náuticas, segundo a agência americana.

Este é o segundo teste bem sucedido no programa HAWC, da DARPA. Em setembro do ano passado, uma versão diferente do míssil também foi testada com sucesso, informou a agência do governo dos EUA.

— O teste do HAWC, da Lockheed Martin, demonstrou com sucesso um segundo design que permitirá que nossos combatentes selecionem competitivamente as capacidades certas para dominar o campo de batalha — disse Andrew Knoedler, gerente do programa HAWC, da DARPA.

Mísseis hipersônicos utilizam o ar capturado da atmosfera para obter propulsão. A velocidade e a capacidade de realizar manobras com esses armamentos permitem tanto a evasão de defesas antiaéreas quanto ataques rápidos.

— Ainda estamos analisando os dados dos testes de voo, mas estamos confiantes de que forneceremos à Força Aérea e à Marinha dos EUA excelentes opções para diversificar a tecnologia disponível para suas futuras missões — disse Knoedler.

Armamento usado pela Rússia

O Ministério da Defesa da Rússia admitiu em 19 de março que o país realizou o primeiro ataque utilizando mísseis hipersônicos contra a Ucrânia. A ofensiva ocorreu com o intuito de destruir um local de armazenamento de armas no Oeste do país, segundo o próprio governo russo.

"O sistema de mísseis de aviação Kinjal, com mísseis balísticos hipersônicos, destruiu uma grande instalação subterrânea de armazenamento de mísseis e munição de aviação das tropas ucranianas em Delyatin, região de Ivano-Frankovsk", disse Igor Konashenkov, porta-voz do ministério. A afirmação, porém, não pôde ser verificada de forma independente.

O Khinjal, modelo usado no ataque e chamado por Putin de "arma ideal", tem capacidade para atingir um alvo a mais de 2 mil quilômetros de distância. Konashenov informou ainda que as forças russas utilizaram o sistema de mísseis antinavio Bastion para atacar instalações militares ucranianas perto do porto de Odessa, no Mar Negro.

quarta-feira, 6 de abril de 2022

OK NET RIO VERDE

http://oknetms.com.br/

SUPERMERCADO BOM PREÇO

https://picasion.com/

RESTAURANTE IZABEL

http://picasion.com/

RioverdeRV