CIDADES
INTERNACIONAL
terça-feira, 8 de fevereiro de 2022
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

Culto removia órgãos genitais com transmissão no pay-per-view

 


A polícia da Inglaterra prendeu sete homens envolvidos em um culto que retirava as partes íntimas dos integrantes com transmissão ao vivo por um sistema pay-per-view.

Os suspeitos, que tinham entre 30 e 60 anos, se submetiam à castração de modo voluntário e se identificavam como eunucos.

Os investigadores passaram três dias no estabelecimento onde o culto era realizado, no Norte de Londres. Foram encontrados laptops, equipamentos eletrônicos e outros itens utilizados nos procedimentos.

Mais da metade das pessoas envolvidas usam cirurgiões amadores, que geralmente são veterinários ou médicos com outras especializações, ou simplesmente fazem isso por conta própria.

Movimento cresceu nos últimos anos

O suposto líder da seita é apelidado de "The Eunuch Maker" (O fabricante de eunucos, em tradução livre). Os investigadores acreditam que ele também tenha sofrido uma amputação dos órgãos sexuais.

O movimento conhecido como "Nullo" - abreviação de anulação genital - cresceu em popularidade nos últimos anos.

Existem casos extremos em que as pessoas são castradas por desejos canibais ou sexuais, mas a maioria remove seus genitais porque não se identificam como homem ou mulher.

Muitas delas optam por um "smoothie" - um procedimento que os deixa com uma virilha totalmente lisa.

Segundo uma pesquisa divulgada pelo DailyMail, há uma estimativa de 10 mil a 15 mil "Nullos" voluntários em todo o mundo, embora o número real seja desconhecido. Dois terços nunca contam a ninguém que não têm genitália.

Degustação de órgãos genitais

O mais famoso "Nullo" moderno é o artista japonês Sugiyama, de 23 anos, que teve seu pênis e testículos removidos cirurgicamente por um médico em março de 2012. Ele também teve seus mamilos removidos.

Os órgãos foram certificados como livres de infecções e foram congelados por dois meses antes de serem servidos em um banquete em Suginami, em Tóquio, de acordo com o The Sun.

Sugiyama cobrou dos convidados cerca de R$ 1.140 por pessoa pela refeição. A polícia o acusou de exposição indecente.

Yahoo

terça-feira, 8 de fevereiro de 2022

TENDA ENERGIA SOLAR

https://picasion.com/

SUPERMERCADO BOM PREÇO

https://picasion.com/

RESTAURANTE IZABEL

http://picasion.com/

RioverdeRV