CIDADES
INTERNACIONAL
quarta-feira, 2 de fevereiro de 2022
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

Criança de 11 anos morre de covid em MS

 


Mato Grosso do Sul tem registrado média de 3,1 mil novos casos de covid por dia, e, em boletim epidemiológico divulgado nesta quarta-feira (2), foram registradas 16 mortes pela doença – incluindo a de uma criança de 11 anos. A vítima mais jovem da covid neste ano deu entrada em unidade de saúde em Campo Grande no último sábado, dia 29 de janeiro, e morreu no mesmo dia. De acordo com o documento, ela tinha "doença neurológica crônica".

Vale lembrar que as vacinas contra coronavírus são recomendadas a quem tenha acima de cinco anos. No Estado, atualmente, o público com menos de 11 anos ainda não está em tempo hábil para receber a segunda dose, que garante maior proteção. Até agora, cerca de 21% deste grupo recebeu a primeira dose.

O secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, comentou que há instabilidade nos sistemas do Ministério da Saúde, e, portanto, os dados de hoje, especificamente, ainda não foram consolidados.

“[Ontem], batemos o recorde de casos em um só dia durante toda a pandemia. Ou seja, desde março, quando tivemos o primeiro caso, em março de 2020.”

O titular da SES (Secretaria Estadual de Saúde) cobrou que a população mantenha esquema vacinal atualizado, única garantia de reduzir a chance de infecção pelo coronavírus. “Essas pessoas vão usar leitos clínicos ou leitos de terapia intensiva e, muitas vezes, mostram arrependimento quando estão em leitos.”

   

Há uma parcela significativa de pessoas que não tomaram o ciclo completo. Em Mato Grosso do Sul, quase 200 mil pessoas não tomaram dose de reforço.”

O secretário anunciou que, para dar conta do aumento proporcional de casos graves, 35 leitos poderão ser ativados em Campo Grande, desde que haja participação do município, para evitar que falte estruturas hospitalares aos pacientes.Além disso, ele afirmou que os testes de covid serão duplicados em Dourados, “tendo em vista a procura intensa”.

Por fim, a secretária-adjunta de Saúde, Crhistinne Maymone, recomendou uso de máscaras e evitar aglomerações. “Não se exponha a riscos. A melhor maneira é não pegar a doença. Como não pegar? Uso de máscara, vacina e, principalmente, a não exposição.”

Desde o início da pandemia, foram 431,1 mil casos confirmados, dos quais 395,3 mil se recuperaram, mas 9.912 morreram. Atualmente, há 418 internados e 25,4 mil em quarentena. -

CAMPO GRANDE NEWS

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2022

TENDA ENERGIA SOLAR

https://picasion.com/

SUPERMERCADO BOM PREÇO

https://picasion.com/

RESTAURANTE IZABEL

http://picasion.com/

RioverdeRV