CIDADES
INTERNACIONAL
quinta-feira, 11 de novembro de 2021
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

São Gabriel do Oeste: Lago e pomar rodeiam casa feita de contêiner, refúgio de família

 

Ponte que leva à casa feita de contêiner e madeira também é espaço de contemplação. (Fotos: Aline Picetti) 

Engana-se quem acha que as casa feitas de contêiner são apenas de quem tem estilo mais contemporâneo. Uma família apaixonada por natureza e louca por um refúgio para “desligar as máquinas e a mente” no fim de semana, decidiu usar estruturas metálicas para construir um paraíso cheio de detalhes, que mescla ferro e madeira, sem abandonar a natureza. A obra em si não demorou muito. 

Casas feitas com contêiner e arquitetura que leva estrutura metálica podem ficar prontas em dias, mas a casa dessa família levou meses porque eles decidiram ser detalhistas. Ao todo, foram cinco projetos até baterem o martelo em um que atendesse a família.


A casa tem 70 metros quadrados e fica em São Gabriel do Oeste, a 140 quilômetros de Campo Grande. Antes da estrutura ficar pronta, só havia um terreno com algumas árvores. “A ideia inicial era fazer um lago ornamental, mas depois, os planos foram mudando e as ideias foram surgindo e, no final, virou uma casa”, explica a arquiteta Aline Picetti, proprietária e também autora do projeto feito especialmente para os pais.Ela conta que primeiro pensaram no lago. “Mas seria necessário um banheiro. Depois pensamos em fazer um quiosque, depois um quarto. Ao todo, fiz cinco projetos”, conta.



Quando decidiram que seria uma casa, quiseram algo diferente. “Como já trabalho com estrutura metálica, contêiner e estrutura modular, decidimos fazer uma mistura para sair do comum. Além de ser uma construção mais limpa e rápida”.


Ali, tudo foi calculado e executado para que não houvesse desperdício, mas um pedido era especial. O pomar com árvores frutíferas que já existia no local era uma exigência de todos, tinham de ser preservados.


“Não iríamos arrancar nenhuma árvore. Então, eu tive que preservar todas as árvores e deixá-las fazerem parte do projeto. Os galhos do pé de seriguela, por exemplo, entram na varanda da frente. 

O pé de pitanga fica ao lado do deck que dá acesso ao lago”, descreve.

Cada um que visita se encanta com os detalhes. “Nós botamos a mão na massa e todo canto tem uma história. Até os móveis foram executados por nós. 


A casa do lago é um refúgio da família. Um local para sair da rotina do dia a dia e se conectar com a natureza. Nós fizemos uma mistura de materiais, como ferro e madeira. Assim, nós demos originalidade e aconchego ao projeto”, diz Aline.O lago rodeia a casa e a parte da varanda está sobre o lago. “Esse é um dos diferenciais da estrutura metálica. Permite vãos livres e leveza”.


De dia, o local rende cenário perfeito para contemplação e registros fotográficos. À noite, não é diferente, a família aproveita o refúgio para ver as estrelas e até mesmo acender uma fogueira em estrutura que serve de “lareira” em noites mais frias. 

- CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS


quinta-feira, 11 de novembro de 2021

Adsense

SUPERMERCADO BOM PREÇO

https://picasion.com/

RESTAURANTE IZABEL

http://picasion.com/

BARRACA DO PINHEIRO

http://picasion.com/

RioverdeRV

twitter @rioverderv