CIDADES
INTERNACIONAL
sexta-feira, 19 de novembro de 2021
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

Governo entrega ultrassons e ajuda financeira à municípios para reduzir mortalidade materna e infantil em MS

spinner-noticia 

Com o objetivo de reduzir o índice de mortalidade materna e infantil em Mato Grosso do Sul, o Governo do Estado lançou na manhã desta sexta-feira (19), o Programa 'Bem Nascer' e anunciou a entrega de equipamentos, 75 ultrassons e ajuda financeira de R$ 30 mil para fortalecer a equipe dos municípios.

Pedro Gomes, Novo Horizonte do Sul, Glória de Dourados e Taquarussu, por não possuírem estrutura médica para operar o equipamento e emitir laudos, terão como referências as unidades hospitalares da região.

O programa terá adesão dos 79 municípios, que vão intensificar as consultas do pré-natal, fazer a estratificação de risco gestacional e manter acompanhamento diferenciado da gestante de alto risco.

De acordo com o governador Reinaldo Azambuja, serão entregues 15 milhões em equipamentos e R$ 11 milhões em aparelhos de ultrassons, além de também ter outros R$ 4,5 milhões para a aquisição de outros equipamentos que ajudam na mortalidade materna e infantil.

 

Conforme dados do Sistema de Informação de Mortalidade (SIM), em 6 anos, a mortalidade materna totalizou 133 óbitos.

Em apenas um ano, o aumento foi de 181,25%, quando saiu de 16 mortes em 2020 e passou para 45 em 2021.

Já a taxa de mortalidade infantil está em 11,02 por 1.000 nascidos vivos.

"O Bem Nascer é um chamamento que nós fizemos para preservar a vida das mulheres e das crianças, principalmente, do aumento que nós tivemos durante esse período da Covid. O Governo do Estado, organizou o Bem Nascer com equipamentos, com qualificação, com treinamento as equipes municipais, com recursos financeiros para contratar mais equipes profissionais", destacou o governador Reinaldo Azambuja.

"Eu não tenho dúvida que com esse programa, a gente vai diminuir essa mortalidade materna e infantil aqui no Mato Grosso do Sul", acrescentou.

O 'Bem Nascer' tem como madrinha, a primeira-dama, Fátima Azambuja. 

"O meu papel como madrinha e de todas as nossas primeiras-damas e de todas as nossas prefeitas é incentivar, fortalecer, buscar e fazer com que esse projeto funcione. A importância é muito grande, mas a prevenção é muito simples. Um trabalho de mãe para mãe, um trabalho de coração", enfatizou.

O secretário de Saúde, Geraldo Resende, explica que o programa será implantado em toda as unidades de Saúde dos municípios, unidades de Saúde do Estado e unidades de Saúde da Federação.

"Ela começa a ser implantada imediatamente, basta a adesão dos municípios. Pela primeira vez no Estado e talvez no país, a gente lança um programa com financiamento", explicou.

Ainda de acordo com Resende, a maioria das mortes maternas e infantis foram de mulheres com baixa renda.

"Há muito tempo estamos com esse olhar para verificar onde e de que causas morreram essas mulheres em Mato Grosso do Sul durante a gravidez e identificamos: são mulheres pobres, são mulheres indígenas, são mulheres negras e são mulheres que muitas vezes se quer tem informações ou se quer tem acesso ao serviço de saúde", pontuou.

Além da presença da primeira-dama, do governador e do secretário, também estiveram presente no lançamento, outros secretários de Estado e prefeitos.

sexta-feira, 19 de novembro de 2021

Adsense

SUPERMERCADO BOM PREÇO

https://picasion.com/

RESTAURANTE IZABEL

http://picasion.com/

BARRACA DO PINHEIRO

http://picasion.com/

RioverdeRV

twitter @rioverderv