CIDADES
INTERNACIONAL
domingo, 14 de novembro de 2021
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

Fazendeiro é multado em R$ 79 mil após deixar mais de 150 bovinos passando fome em fazenda de MS

 

Todo o gado estava desnutrido e 20 animais já tinham morrido - (Foto: Divulgação/ PMA)

Um pecuarista, de 61 anos, foi autuado em R$ 79 mil pela PMA (Polícia Militar Ambiental), após deixar bovinos morrerem de fome, em uma fazenda no município de Figueirão, que fica a 258 quilômetros de Campo Grande. O autor é morador de Chapadão do Sul.

Segundo informações da PMA, as investigações estão acontecendo desde outubro, quando policiais militares ambientais de Costa Rica receberam denúncia e constataram os maus-tratos a bovinos em uma fazenda em Figueirão. Os agentes vinham monitorando o local, juntamente com a Iagro (Agência Sanitária Animal e Vegetal).

Foi constatado, no local, que estavam acontecendo as mortes dos bovinos, pois os animais estavam passando fome por falta de pastagem, não havia vegetação de gramínea no solo, a pastagem estava degradada, e havia somente ervas daninhas. O proprietário não dava outra opção de alimento aos animais.

Durante a 1ª vistoria, os policiais verificaram 12 animais mortos, de um total de 159 bovinos e deram um prazo para que o proprietário solucionasse a situação em 30 dias. Porém, ele foi informado que já seria autuado pela situação de maus-tratos encontrada e que a multa seria ampliada caso as demais cabeças de gado continuassem sem alimentação adequada.

Nesta quinta-feira (11), a PMA e a Iagro estiveram no local e o proprietário dos animais não cumpriu a notificação dada anteriormente.

Todo o gado estava desnutrido e oito animais já tinham morrido. O infrator foi autuado administrativamente e multado em R$ 79 mil por maus-tratos às 151 cabeças de gado, incluindo os 20 animais detectados em óbito nas duas vistorias. O autuado também responderá por crime ambiental de maus-tratos, com pena de três meses a um ano de detenção.

Ação judicial

Segundo informações, a Iagro irá entrar com ação judicial e solicitar a remoção do rebanho restante, pois o imóvel não apresenta condições da realização da atividade de pecuária. Este é o terceiro caso que a PMA de Costa Rica encontra e autua este ano na região.

Outros casos

Outro caso foi no dia 24 de janeiro, onde um pecuarista, de 64 anos, foi autuado administrativamente e multado em R$ 8 mil por maus-tratos aos animais devido à morte de 14 animais bovinos sem alimento e dois que não mais se levantavam.

Pelo mesmo motivo, no dia 21 de setembro, um paulista, de 43 anos, residente em Fernandópolis (SP), foi autuado administrativamente e multado em R$ 12 mil, devido a oito animais bovinos mortos por falta de alimento e alguns que não mais se levantavam em uma fazenda em Figueirão. No dia, 337 animais estavam no local. Depois de notificado, o proprietário os tirou da situação de penúria.

Midiamaxnews

domingo, 14 de novembro de 2021

Adsense

SUPERMERCADO BOM PREÇO

https://picasion.com/

RESTAURANTE IZABEL

http://picasion.com/

BARRACA DO PINHEIRO

http://picasion.com/

RioverdeRV

twitter @rioverderv