CIDADES
INTERNACIONAL
quinta-feira, 12 de agosto de 2021
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

Colisão de embarcações mata mulher e duas crianças estão desaparecidas

 


Após a colisão de duas embarcações no Rio Paraguai na noite desta terça-feira (10) uma mulher grávida de 23 anos morreu e duas crianças desapareceram.

Mergulhadores do Corpo de Bombeiros Militar fazem buscas pelas crianças. O acidente aconteceu por volta das 22h a 40 km de Corumbá, na região de Porto Formigueiro.

De acordo com informações repassadas a reportagem do Correio do Estado, uma das embarcações estava com 12 pessoas a bordo enquanto a outra estava apenas com o piloteiro.

Com a colisão, a mulher de 23 anos morreu na hora do acidente e duas crianças de 3 naos, sendo uma menina e um menino foram arremessados na água desaparecendo.

O menino é filho de Arielly de Paula Costa, jovem que faleceu no acidente. O corpo dela chegou na base naval de Ladário, da Marinha, no começo da tarde desta quarta-feira (11).

A Capitania Fluvial do Pantanal (CFPN), que está subordinada ao Comando do 6º Distrito Naval), confirmou que sete pessoas, sendo três adultos e cinco crianças, envolvidas no acidente precisaram ser resgatadas.

“Equipe médica do Hospital Naval de Ladário (HNLa) e do Corpo de Bombeiros Militar aguardavam no local. As causas e responsabilidades do acidente, sob o ponto de vista da Autoridade Marítima, serão apuradas em Inquérito Administrativo”, detalhou a Marinha do Brasil, em nota.

Um inquérito policial será instaurado para averiguar as causas do acidente e identificar o que pode ter ocorrido para causar a colisão. Peritos criminais devem realizar levantamento para identificar provas materiais sobre o acidente.

Colisão no Rio Miranda

Em maio deste ano, uma colisão de embarcações no Rio Miranda ocasionou a morte do pescador Carlos Americo Duarte de 59 anos. 

Carlos pescava com seu filho, Caê Duarte, quando o condutor da lancha, ex-assessor do governo do Estado de Mato Grosso do Sul, Nivaldo Thiago Filho de Souza, que estava embriagado, colidiu com o barco do senhor e fugiu sem prestar socorro. 

Segundo depoimentos prestados a Policia Civil de Miranda o condutor se desfez das bebidas alcoólicas no Rio Miranda enquanto fugia.

Caê Duarte, representante comercial, de 33 anos, relata que desmaiou na hora do impacto e acordou com seu pai já sem vida.  

Segundo informações da polícia civil, Nivaldo não tinha habilitação para pilotar a lancha.

Correiodoestado

quinta-feira, 12 de agosto de 2021

Adsense

SUPERMERCADO BOM PREÇO

https://picasion.com/

RESTAURANTE IZABEL

http://picasion.com/

BARRACA DO PINHEIRO

http://picasion.com/

RioverdeRV

twitter @rioverderv