CIDADES
INTERNACIONAL
sexta-feira, 23 de julho de 2021
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

Homem é preso por estuprar e e enterrar viva funcionária de bar

 


Um homem foi preso nesta quinta-feira (22) suspeito de estuprar e matar a jovem Laura Batista de Souza, de 28 anos, em Santa Cruz do Xingu, a 1.028 km de Cuiabá. De acordo com a Polícia Civil, a vítima ainda estava viva quando foi enterrada pelo suspeito na chácara dele. 

O crime ocorreu em setembro do ano passado. 

Ele foi preso na manhã de quinta-feira em uma fazenda no município de Juara, na região médio-norte do estado, por uma equipe coordenada pelo delegado do município, Carlos Henrique Engelmann. 

A localização foi possível após uma série de investigações realizadas pela Delegacia de Santa Cruz do Xingu, que conseguiu chegar ao paradeiro do foragido.

O corpo de Laura foi encontrado enterrado em uma área próxima à cidade de Santa Cruz do Xingu, no dia 11 de setembro do ano passado. 

O desaparecimento dela foi registrado na Polícia Civil no dia 2 de setembro, quando a esposa do proprietário do bar em que a vítima trabalhava procurou a delegacia. 

Ela relatou que a vítima saiu do local acompanhada por um homem, em uma motocicleta, não disse aonde iria e, desde então, não foi mais vista. 

No dia 11 de setembro de 2020, a Polícia Militar foi acionada sobre uma escavação encontrada em um local onde provavelmente haveria uma cisterna, porém, a terra estava remexida.

Foi iniciada a escavação e localizada a mão de uma pessoa. 

Familiares confirmaram que o corpo era da vítima. 

Investigação 

A chácara onde o corpo da vítima foi encontrado pertencia ao homem preso nesta quinta-feira. Conforme a apuração realizada pela Polícia Civil, laudos periciais apontaram que o investigado cometeu estupro contra a vítima, depois a golpeou no estômago com uma faca e a enterrou. 

Os exames periciais constataram que a vítima ainda estava viva quando foi enterrada. A investigação apontou ainda que a vítima e o autor do crime tiveram o primeiro contato na data do crime. Com base nas informações coletadas ao longo da investigação, o delegado Gustavo Espíndula representou pela prisão preventiva do investigado, que fugiu naquela época. 

Os policiais civis conseguiram rastrear o paradeiro do autor do crime e com apoio da Delegacia de Juara foi realizada a prisão em uma propriedade rural da região do Vale do Arinos. 

O inquérito foi concluído e o homem indiciado por homicídio qualificado, estupro e ocultação de cadáver. 

Após passar por exame de corpo de delito, ele foi encaminhado à unidade prisional de Juara, onde permanecerá à disposição da Justiça.

Via G1

sexta-feira, 23 de julho de 2021

Adsense

SUPERMERCADO BOM PREÇO

https://picasion.com/

RESTAURANTE IZABEL

http://picasion.com/

BARRACA DO PINHEIRO

http://picasion.com/

RioverdeRV

twitter @rioverderv