CIDADES
INTERNACIONAL
terça-feira, 29 de junho de 2021
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

Coxinense, técnico de enfermagem corta cabelo e até unhas de pacientes internados com covid no Hospital Regional em Campo Grande

 


Os profissionais de saúde estão sendo de extrema importância neste momento de pandemia da covid-19. Com a sobrecarga de trabalho, muitos estão precisando lidar com crises de ansiedade e até mesmo depressão. 

Para aliviar os traumas, o técnico de enfermagem Wilsomar da Silva, 48 anos, encontrou uma forma de ajudar os pacientes com um pouco de afeto, amor e empatia neste momento difícil. 

Atuando na área há 25 anos, "Somai", como é conhecido,  filho da servidora pública municipal aposentada, Nilda da Silva, a "Tiri",  ele trabalha no Hospital Regional Rosa Pedrossian em Campo Grande, referencia no tratamento da covid em Mato Grosso do Sul. 

O TopMídiaNews ficou sabendo do amor dele pela profissão  pelos pacientes e por meio de uma amiga. “Ele trabalha no Regional, ele está exausto, dobrando plantão. Ele e outros profissionais fizeram um vídeo para um paciente que estava entubado e acordou. Achei maravilhoso, ele é um cara discreto, corta cabelo dos pacientes, corta a unha, não é só um técnico de enfermagem”, disse a amiga. 

Diante das informações, a equipe de reportagem entrou em contato com Wilsomar. Ele contou que atua no período noturno, em plantões de 12 por 36 horas. Durante todo o período de pandemia, segundo ele, a rotina está extremamente desgastante. 

“Nosso emocional está muito abalado, tem muitas informações erradas, muitas mortes com pessoas jovens. Mudou totalmente nossa rotina. Eu chego em casa e não posso dar um abraço na família, isso acaba com nosso emocional”, desabafou. 

Questionado sobre o motivo de cortar as unhas dos pacientes e até os cabelos, o profissional revela que é para dar um pouco de conforto e amenizar a dor neste momento tão difícil. 

"Sou muito humano, gosto de ajudar às pessoas, corto as unhas dos pacientes, faço unhas das mulheres, faço isso porque sei o quanto às pessoas são carentes de afeto humano e elas estão passando por um momento tão difícil, muitos não estão podendo receber visitas, assim ficam mais carentes. Eu compro todo esse material, creme, batom, aparelho de barbear, esmalte, lixas de unhas", revela. 

Esperança no fim do túnel, assim Wilsomar enxerga a vacina em Mato Grosso do Sul. “As vacinas vão ser a cura em um futuro muito próximo,  onde poderão amenizar as dores de muitos familiares, que perderam entes queridos para a covid”, finaliza. 

Por: Nathalia Pelzl - topmidianews

terça-feira, 29 de junho de 2021

Adsense

SUPERMERCADO BOM PREÇO

https://picasion.com/

RESTAURANTE IZABEL

http://picasion.com/

BARRACA DO PINHEIRO

http://picasion.com/

RioverdeRV

twitter @rioverderv