CIDADES
INTERNACIONAL
segunda-feira, 17 de maio de 2021
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

Coxim: Com 6 mortes em 6 dias, município deve adotar medidas mais restritivas contra o Coronavírus

 


Nos últimos seis dias Coxim registrou seis mortes por Coronavírus (Covid-19) depois de ficar uma semana sem contabilizar óbitos. Nas últimas 24 horas aconteceram três desses seis óbitos. Com isso, a Prefeitura deve anunciar medidas mais restritivas de combate à pandemia.

Segundo o coordenador de Vigilância Sanitária, Luiz Eduardo dos Santos, as sugestões serão apresentadas ao prefeito Edilson Magro (DEM) nesta segunda-feira (17). “Acredito que as mesmas devam ser adotadas ainda no início da semana”, aposta o coordenador.

Edilson falou com a reportagem do Edição MS por telefone e confirmou que novas medidas devem ser anunciadas ainda na segunda-feira, provavelmente ao final do dia. “É só o tempo de me reunir com a equipe técnica, que trata o tema toda a semana”, adiantou o chefe do executivo. “Não podemos pagar com vidas a irresponsabilidade de uma parcela da população. É um preço muito alto”, disse o prefeito.

A verdade é há mais de um ano apenas o comércio noturno vem sendo sacrificado, durante o dia parte da população se comporta como se o vírus circulasse apenas a noite. As aglomerações são visíveis, principalmente em filas de agências bancárias e correspondentes, assim como no comércio de maior movimento.

Para o coordenador da Vigilância Sanitária a situação de Coxim é preocupante. Santos acredita que variantes mais letais já estejam circulando por aqui, devido a rapidez com que a doença está se espalhando e evoluindo em alguns pacientes, em muitos casos levando a óbito.

Entretanto, oficialmente, essas variantes ainda não foram detectadas em Coxim. A coordenadora de Vigilância Epidemiológica, Patrícia Ferreira Gomes, explica que o Lacen (Laboratório Central) colhe amostras aleatórias para fazer o estudo genômico, ou seja, não são investigados todos exames.

As variantes mais letais foram nominadas de P1 e P2, elas surgiram em Manaus (AM) e Rio de Janeiro (RJ), respectivamente. Ambas foram indicadas em algumas pesquisas como altamente transmissíveis e de maior potencial de gravidade.

O número de casos diários também reforça a desconfiança de novas variantes. Somente na primeira quinzena de maio deste ano o Coronavírus infectou 262 pessoas, média diária de 17,46 aproximadamente, contra 10,93 em abril (328 casos), 14,77 de março (458 casos), 7,39 em fevereiro (207 casos), 8,96 de janeiro (251 casos).

O primeiro caso de infecção por Coronavírus foi registrado em Coxim em 12 de abril de 2020. O município fechou o ano com 1.115 casos, que dá uma média diária de 4,23 casos. Já em 2021 são contabilizados 1.506, com média diária de 11,23. Conclui-se que a média diária de casos deste ano é quase três vezes maior do que a do ano passado.

Ao todo, 2.621 pessoas se infectaram pelo Coronavírus em Coxim, sendo que 2.414 já se recuperaram, conforme o boletim epidemiológico da Prefeitura, divulgado no final da tarde de sábado (15). Os casos ativos eram 144. As mortes são 65.

EDIÇÂOMS

segunda-feira, 17 de maio de 2021

Adsense

Paulinha

http://picasion.com/

RESTAURANTE IZABEL

http://picasion.com/

BARRACA DO PINHEIRO

http://picasion.com/

RioverdeRV

twitter @rioverderv