CIDADES
INTERNACIONAL
domingo, 3 de janeiro de 2021
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

Polícia Civil fecha “restaurante de drogas” no bairro Piracema, em Coxim

 


Na tarde desta sexta-feira (1º), a Polícia Civil fechou um “restaurante de drogas” no bairro Piracema, em Coxim. Na casa localizada na rua Nioaque o usuário comprava a paradinha de sua preferência, na maioria das vezes pasta base de cocaína, e tinha direito de consumir no local.

Essa tática era usada por Valeriano Vilhalva, de 68 anos, mais conhecido como Borá, para tentar dificultar ações policiais, como abordagem de usuários que deixarem o endereço com entorpecentes.

A boca de fumo do Borá já estava sendo monitorada pela investigação da Polícia Civil, que conseguiu abordar um usuário assim que ele deixou o local. Com duas paradinhas de pasta base no bolso, o usuário de 60 anos, confirmou que tinha comprado a droga no local. Ele inclusive relatou que ainda não tinha pagado pelas paradinhas, informando que goza da confiança de Borá para comprar fiado, pois sempre quitou certinho.

Diante desse flagrante, os investigadores foram até o “restaurante de drogas”. Ao avistar a presença dos policiais Borá tentou se esconder atrás de uma pilha de telhas, onde foram encontradas quatro paradinhas de pasta base. Num buraco do quintal os investigadores encontraram outras três.

No quarto de Borá os policiais encontraram mais uma pedra, num cômoda. Além da droga, foram encontrados apetrechos para preparo de entorpecentes para venda, como plásticos recortados para embalar as paradinhas. Todo material foi apreendido, assim como as paradinhas de pasta base, que totalizaram 11.

Durante a ação policial os investigadores flagraram outro usuário, de 65 anos, preparando para fumar uma pedra de pasta base, confirmando que o endereço funciona como “restaurante de drogas”. Os dois usuários foram levados para a delegacia e devem ser liberados depois de ouvidos.

Com Borá a polícia encontrou R$ 62,00, já com uma das testemunhas R$ 1,4 mil. Uma carteira com documentos e cartões bancários em nome de outra pessoa, que não estava no local, também foi localizada na casa e apreendida. O responsável pela casa não soube explicar o que a carteira estava fazendo lá e tampouco deu informações do proprietário.

Preso em flagrante, Borá também foi levado para a delegacia de Polícia Civil por uma equipe da Polícia Militar, que deu suporte à operação. Depois do flagrante ele deve ser encaminhado ao Estabelecimento Penal Masculino de Coxim.

Fonte: EdiçãoMS
domingo, 3 de janeiro de 2021

Adsense

Paulinha

http://picasion.com/

RESTAURANTE IZABEL

http://picasion.com/

BARRACA DO PINHEIRO

http://picasion.com/

RioverdeRV

twitter @rioverderv