CIDADES
INTERNACIONAL
terça-feira, 26 de janeiro de 2021
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

Motociclista morta em acidente com BMW em Campo Grande era técnica de enfermagem de 40 anos.

 


A motociclista que morreu após ser atropelada por uma BMW, conduzida por um homem bêbado na noite deste domingo (24), foi identificada como Carla Jaqueline Miranda, de 40 anos. Carla era técnica de enfermagem e voltava da casa de uma amiga, quando ocorreu o acidente. O condutor do carro, um homem de 29 anos, não tinha CNH (Carteira Nacional de Habilitação) e afirmou que fugiu da polícia porque, além de ter ingerido bebida alcoólica, estava com a documentação do carro irregular.

A filha de Carla contou na delegacia que a mãe voltava da casa de uma amiga que mora no Jardim Campo Belo, por volta das 22 horas. Ela seguia em direção ao Jardim Aeroporto. A filha disse que o último contato que teve com a mãe foi às 22h01 e tentou por diversas vezes ligar, porém o celular de Carla estava sem sinal.

Preocupada, tentou a localização pelo Imei do aparelho da mãe, que apontou na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro.

Ao ver que o telefone estava na Depac, a filha então ligou na delegacia e descobriu que sua mãe era a vítima fatal do acidente.

Fuga e atropelamento

De acordo com as informações do boletim de ocorrência, o motorista estava em alta velocidade com a BMW de cor preta, quando teria fugido ao ver uma viatura da Polícia Militar no Jardim Imperial. Os militares então iniciaram um acompanhamento tático, quando perderam o veículo de vista. No entanto, ao entrar na rua Veridiana com a Avenida Prefeito Heráclito José Diniz de Figueiredo, perceberam um tumulto e pessoas apontando para um acidente.

Morta em acidente com BMW em Campo Grande era técnica de enfermagem de 40 anos
Moto Biz ficou presa em BMW. Imagem: Divulgação

Os policiais constataram que se tratava da mesma BMW que estava em alta velocidade. Segundo apurado, o veículo com placas de São Paulo era conduzido pelo rapaz de 29 anos e também tinha outros dois rapazes como passageiros. Eles voltavam de um aniversário no Autódromo de Campo Grande, onde ingeriam bebidas alcoólicas desde às 15h. Com o veículo irregular, sem CNH e bêbado, o rapaz fugiu ao ver a polícia.

Então, ao chegar no semáforo na rua Veridiana, acessou a contramão da via, onde ainda trafegou por cerca de 400 metros, quando atingiu frontalmente a Honda Biz, conduzida por Carla. A vítima chegou a ser lançada a cerca de 10 metros da colisão e morreu no local. Já a Biz foi arrastada por cerca de 100 metros, permanecendo presa a BMW.

O condutor ainda tentou fugir, mas colidiu contra o meio fio e parou. Ele fez o teste do bafômetro, que apontou 0,57mg/l e foi encaminhado para a Depac Centro. Ainda, de acordo com apurado pelo jornal Midiamax, em nome do condutor da BMW consta uma vasta ficha criminal, entre tráfico de drogas e até homicídio.

Midiamaxnews

terça-feira, 26 de janeiro de 2021

Adsense

Paulinha

http://picasion.com/

RESTAURANTE IZABEL

http://picasion.com/

BARRACA DO PINHEIRO

http://picasion.com/

RioverdeRV

twitter @rioverderv