CIDADES
INTERNACIONAL
quinta-feira, 30 de julho de 2020
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

Rio Verde-MS: Sexto maior exportador de carne bovina do país, MS tem 7 municípios entre os maiores rebanhos do país.


Sexto maior exportador de carne bovina in natura entre os estados brasileiros, com faturamento de US$ 324,3 milhões no mercado internacional somente no primeiro semestre deste anos, sete municípios de Mato Grosso do Sul aparecem na lista de principais produtores de bovinos do Brasil, de acordo com as informações do Censo Agropecuário 2017, divulgado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). 

Corumbá aparece em 1º lugar com 1.927.002 cabeças. Ribas do Rio Pardo tem o 3º maior rebanho  do País com 1.085.497 cabeças. A lista tem ainda Aquidauana (794.825) em 6º, Porto Murtinho (647.006) em 9º, em 16º, Rio Verde (627.027) e Campo Grande (520.524). 

De acordo com o SIGABOV, Sistema de Inteligência e Gestão Territorial da Bovinocultura de Corte de Mato Grosso do Sul, o rebanho estadual totaliza 20.595.802 de animais. 

O ranking do rebanho médio dos municípios de Mato Grosso do Sul em 2019, elaborado com dados da Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal), detalha que Corumbá tem o maior número de animais, 1.899.905, seguido por Ribas do Rio Pardo, com 1.084.832, Aquidauana (805.276), Porto Murtinho (698.120), e Rio Verde de Mato Grosso (627.027). 

 EXPORTAÇÕES

Um dos principais ramos da economia sul-mato-grossense, a pecuária rendeu em junho US$ 58,8 milhões com exportações de carne bovina in natura, conforme boletim Casa Rural divulgado pela Famasul. Ao todo, foram comercializadas 14,6 mil toneladas no mercado internacional.

 “Com o resultado de junho, Mato Grosso do Sul atingiu US$ 324,3 milhões no semestre, o que representou alta de 2,15% em relação ao valor de US$ 317,4 milhões de igual período de 2019. O volume exportado foi 78,1 mil toneladas”, detalha a entidade.

 Principais compradores da produção estadual, Hong Kong importou 14,4 toneladas, pelas quais pagou US$ 53,4 milhões, o Chile pagou US$ 51,7 milhões por 11,9 toneladas, e a China US$ 45,8 milhões por 9,3 toneladas.

Responsável por 9,35% da receita brasileira com exportações de carne bovina in natura nesse período, Mato Grosso do Sul só foi superado por Minas Gerais (9,94%), Rondônia (10,36%), Goiás (14,17%), São Paulo (19,78%), e Mato Grosso (21,89%).


quinta-feira, 30 de julho de 2020

Adsense

Paulinha

http://picasion.com/

RESTAURANTE IZABEL

http://picasion.com/

BARRACA DO PINHEIRO

http://picasion.com/

FIQUE EM CASA

http://picasion.com/

RioverdeRV

twitter @rioverderv