CIDADES
INTERNACIONAL
terça-feira, 10 de março de 2020
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

Coronavírus: o que é, como se espalha e como tratar


O coronavírus pertence à família de vírus chamada Coronaviridae, e está causando medo e pânico entre as pessoas
O coronavírus da China é um novo vírus que já matou pessoas na China e, teve os primeiros casos confirmados em outros países do mundo. Com sintomas parecidos com os da gripe, o vírus já contaminou cerca centenas de pessoas no mundo, a maioria delas na China.
Entenda o que é o vírus, como ele se manifesta, seus sintomas, tratamento e se o Carnaval apresenta riscos para a disseminação da doença.

O que é o coronavírus?

O coronavírus pertence à família de vírus chamada Coronaviridae. Ele tem representantes que vão desde um vírus simples de gripe até doenças de maior risco à saúde humana, como a Síndrome Respiratória do Oriente Médio (MERS) e a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS).
A nova variante do vírus foi encontrada na cidade de Wuhan, na China. No mundo, o novo coronavírus já se propagou por mais de 100 países. No total, 109.578 pessoas foram infectadas e outras 3.809 morreram, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). A China, que concentra o maior número de casos e mortes (80.904 e 3.123 respectivamente), vê os números da doença diminuindo dia após dia.
Foram 45 novos casos da doença diagnosticados nas últimas 24 horas na China, informou a OMS, e, segundo o governo chinês, mais de 60.000 pessoas já foram curadas da Covid-19. O Brasil, com 34 casos confirmados e 930 quadros suspeitos, é o país que mais registra infecções na América Latina.

Como o coronavírus se espalha?

As investigações sobre transmissão do novo coronavírus ainda estão em andamento, mas a disseminação de pessoa para pessoa, ou seja, a contaminação por contato está ocorrendo.
Desse modo, é importante salientar que a disseminação de pessoa para pessoa pode ocorrer de forma continuada, apesar de ainda não estar claro com que facilidade isso acontece.

Confira como a contaminação pelo coronavírus se espalha:

  • Tosse.
  • Gotículas de saliva.
  • Espirro.
  • Catarro.
  • Contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão.
Contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.
Contudo, já se sabe que o vírus apresenta uma transmissão menos intensa do que o vírus da gripe, mas que ele pode ficar incubado por suas semanas, sem apresentar sintomas.
manter a boa higiene para prevenir doenças

Quais são os sintomas os sintomas do coronavírus?

Os sintomas do coronavírus são parecidos com os da gripe.

Confira os sintomas do coronavírus:

  • Dificuldade de respirar
  • Coriza
  • Tosse
  • Dor de garganta
  • Febre.
Os grupos de maior risco são idosos e crianças, que podem desenvolver doenças mais graves como pneumonia, síndrome respiratória aguda grave, falha renal e morte, ao serem contaminadas com o vírus.

Qual é o tratamento para o coronavírus?

Ainda não há tratamentos específicos para combater as infecções causadas pelo vírus. Assim, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que os países redobrem a atenção em relação a saúde dos viajantes.
Contudo, durante o tratamento no hospital, algumas recomendações são feitas para os infectados com a doença. São elas:
  • Repouso
  • Beber bastante água
  • Uso de medicamentos para dor e febre para aliviar as dores
Porém, é necessário procurar um médico assim que os sintomas surgirem para ter a certeza do diagnóstico e receber as orientações corretas.
Além disso, algumas farmacêuticas já estudam a vacina para o vírus, como veremos mais adiante nesta publicação.
diagnóstico

Diagnóstico do vírus

De acordo com o Ministério da Saúde, “o diagnóstico do novo coronavírus é feito com a coleta de materiais respiratórios (aspiração de vias aéreas ou indução de escarro).
É necessária a coleta de duas amostras na suspeita do coronavírus. As duas amostras serão encaminhadas com urgência para o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen). Uma das amostras será enviada ao Centro Nacional de Influenza (NIC) e outra amostra será enviada para análise de metagenômica.
Para confirmar a doença é necessário realizar exames de biologia molecular que detecte o RNA viral. O diagnóstico do novo coronavírus é feito com a coleta de amostra, que está indicada sempre que ocorrer a identificação de caso suspeito. Orienta-se a coleta de aspirado de nasofaringe (ANF) ou swabs combinado (nasal/oral) ou também amostra de secreção respiratória inferior (escarro ou lavado traqueal ou lavado bronca alveolar).”

Existe cura?

Sim, muitas pessoas que foram infectadas com a doença já foram curadas e liberadas do hospital.
gripe e coronavírus

Como evitar a contaminação pelo coronavírus?

A recomendação da Organização Mundial da Saúde é parecida com a que a entidade dá para evitar que você pegue outras doenças como a gripe. Ou seja, é importante manter boa higiene das mãos e também ficar atento ao ambiente para manter boas condições respiratórias.

Confira como evitar a contaminação pelo coronavírus:

  • Manter os ambientes bem ventilados.
  • Evitar contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas.
  • Realizar lavagem frequente das mãos, especialmente após contato direto com pessoas doentes ou com o meio ambiente.
  • Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir.
  • Higienizar as mãos após tossir ou espirrar.
  • Evitar contato próximo com animais selvagens, bem como com animais doentes em fazendas ou criações.
  • Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca.
  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal.
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas.
  • Evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença.
O governo vem adotando medidas para orientação da população, bem como para o controle e atendimento dos casos suspeitos.
Além disso, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) integra o Centro de Operações de Emergência (COE) – Coronavírus. O comitê visa preparar a rede pública de saúde para o atendimento de possíveis casos no Brasil.

O vírus está controlado?

Não. Apesar das medidas mundiais de prevenção, o vírus ainda não está controlado e segue se espalhando.

Qual a diferença entre gripe e o novo coronavírus?

Os sintomas das duas doenças são muito semelhantes. Por isso, é importante ficar atento às áreas de transmissão local. Apenas pessoas que tenham sintomas e tenham viajado para Wuhan são suspeitos da infecção pelo coronavírus.

Vacina contra o coronavírus

A Johnson & Johnson se mobilizou para desenvolver uma potencial vacina preventiva para o vírus.
O diretor científico da empresa, Paul Stoffels, afirmou que “para atender às necessidades do surto do vírus, temos uma equipe de cientistas trabalhando incansavelmente nesse esforço no momento. Além disso, estamos colaborando com diferentes parceiros em todo o mundo para criar uma vacina eficaz que possa ser implantada de maneira rápida e extensiva para ajudar a combater esse surto”.
precauções para viagens

Casos comprovados no Brasil

Ainda não existem casos comprovados da doença no País. Contudo, alguns casos suspeitos estão sendo investigados.
Os casos foram registrados em São Paulo, Paraná, Ceará, Rio de Janeiro, Minas Gerais e Santa Catarina.

Como se proteger do coronavírus no Carnaval?

  • Mantenha uma boa higiene.
  • Evite contato próximo com animais selvagens e animais doentes em fazendas ou criações.
  • Lave as mãos com frequência.
  • Evite aglomerações
  • Mantenha os ambientes bem ventilados.
  • Evite contato próximo com pessoas que sofrem de infecções respiratórias agudas.
  • Cobra nariz e boca quando espirrar ou tossir.
  • Evite tocar mucosas de olhos, nariz e boca.
  • Não compartilhe objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas.
  • Evite contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas da doença.

Onde o vírus já chegou?

Todas as mortes ocorreram na China. Contudo, o vírus já chegou aos seguintes países:
Tailândia, Japão, Singapura, Taiwan, Austrália, Macau, Malásia, Estados Unidos, França, Alemanha, Coreia do Sul, Emirados Árabes Unidos, Canadá, Vietnã, Camboja, Finlândia, Nepal e Sri Lanka.
No Brasil existem alguns casos suspeitos, mas ainda nenhum confirmado.

Confira o infográfico do Ministério da Saúde com recomendações para a prevenção da doença:


ministério da saúde

Fonte: Guia da Farmácia
Fotos: Shutterstock
terça-feira, 10 de março de 2020

RESTAURANTE IZABEL

http://picasion.com/

BARRACA DO PINHEIRO

http://picasion.com/

FIQUE EM CASA

http://picasion.com/

RioverdeRV

twitter @rioverderv

VIDEOS RIOVERDEMS