->
CIDADES
INTERNACIONAL
segunda-feira, 10 de dezembro de 2018
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

Família denuncia descaso de hospital em Bandeirantes, depois de vários diagnósticos errados. Em Dourados foi descoberto um tumor de 14 cm no rim de Miguelzinho.



Em novembro deste ano, aos 03 anos, o pequeno e inocente Miguel Otavio Vilela Santos, descobriu que teria que lutar contra um tumor no rim direito. Conforme a família, o pequeno Miguel, foi atendido diversas vezes, por vários médicos no Hospital Municipal de Bandeirantes, cidade pacata a apenas 1 hora da capital, mas os médicos, com descaso pela família ser humilde, nunca pediram exame mais detalhado. (Facebook)
Orlando Junior Ojeda, irmão de Miguelzinho, postou nas redes sociais que quando o menino era levado ao Hospital de Bandeirantes com dores, era dado vários diagnósticos, como gripe, tosse, verme, gazes, pneumonia etc..
O Pai de Miguelzinho Orlando Rodrigues, clamava muitas vezes  para realizarem exames, ao ver seu filhinho com muitas dores, e sempre ouvia dos médicos: "Pai Fica Tranquilo não é nada não tem necessidade de exames".
Orlando então levou seu pequeno filho Miguelzinho, para a cidade de Dourados, onde reside seu irmão Gilmar Rodrigues, e decidiram levar Miguelzinho para realizar exames no Hospital de Dourados no dia 05 de novembro de 2018, e depois de vários dias internado, foi  constatado o que ninguém esperava e que mudou a vida da família totalmente.
Foi descoberto um tumor de 14Cm no rim do Miguelzinho, o que certamente se os médicos de Bandeirantes, tivessem pedido um simples exame, seria descoberto muito antes e seria mais fácil o tratamento.
No momento, a criança encontra-se internado no Hospital Regional em Campo Grande, recebendo cuidados adequados para realização dos procedimentos corretos e o Miguelzinho está precisando de sangue A+, O+, AB ou B+, para ajuda na recuperação.
A população de Bandeirantes está se unindo e  dia 16/12 será realizado  um almoço beneficiente, para ajudar no tratamento do Miguelzinho.  Quem puder ajudar o Miguelzinho para ajudar no tratamento, pode entrar em contato pelo tel: (67) 99625-7023 ou 99616-6787.

Sobre o assunto, em contato com a Secretária de Saúde de Bandeirantes,  Srª Rosa Rosa Maria Bertolini, não atendeu o telefone.
Veja postagem da família nas redes sociais:

NOTA DE REPUDIO (Nota)
Endereçada a Secretária de Saúde da cidade de Bandeirantes-MS, Sra. Rosa Maria Bertolini ao excelentíssimo prefeito Sr. Alvaro Urt e a todos os médicos que atenderam meu irmão Miguel Otavio Vilela Santos de 3 anos de idade. Quero agradecer aqui sra. Secretaria pela indisposição, falta de ética moral, em me dizer que os médicos fizeram o que estava ou alcance deles e a disposição.  Quero dizer senhora a  Secretária Que em nossa cidade tem uma máquina que faz Ultrasom, e se os médicos tivessem ao menos compaixão, minha família não estaria passando o que estamos passando.

Obrigado senhor prefeito Álvaro que se dizia amigo do meu pai a mais de 30 anos, coitado trabalhou em sua campanha sem cobra 1 se quer real, obrigado pela força e atenção de nem nos procurar.
Obrigado a todos os médicos que atenderam o Miguelzinho pela atenção que não foi dada nas horas que cheguei no UBS, hospital. Os senhores que são capacitados pra lidar com a vida de pessoas humildes e simples rica ou pobre.
Se algum tiver amor ao próximo vai sentir a dor da nossa familia, senhores um simples ultrasom e o meu irmão não estaria nesta situação....obrigado a todos pela irresponsabilidade, pois se nossa cidade não tivesse estrutura para um simples procedimento, eu ficaria quieto...mas nossa cidade tem capacidade para realizar muitos procedimentos que salvaria vidas, mas estão usando as máquinas publicas para tirar vidas....fica aqui minha indignação. Orlando Junior Ojeda Santos ,cidadão Bandeirantense.


segunda-feira, 10 de dezembro de 2018

LOJA QUEIMA TOTAL


http://picasion.com/

MERCEARIA NOVA CANAÃ

http://www.rioverdems.com/

RioverdeRV

twitter @rioverderv

BARRACA DO PINHEIRO



http://picasion.com/

MERCEARIA TUNTUN

http://picasion.com/