->
CIDADES
INTERNACIONAL
domingo, 3 de setembro de 2017
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

Com intervenção da OAB, mãe de irmãos desaparecidos na fronteira ganha liberdade


Após 10 dias presa, a comerciante Rosimeire Rosa da Silva Ortiz, de 41 anos, mãe de Edney Bruno Ortiz, de 20 anos e madrinha de Rodney Campos dos Santos, de 27 anos, desaparecidos após uma abordagem do DOF (Departamento de Operações de Fronteiras) na fronteira do Estado, teve a liberdade decretada nesta sexta-feira (1º).
Rosimeire foi presa em Ponta Porã, a 313 quilômetros de Campo Grande, no dia 22 de julho por conta de um mandado de prisão preventivaexpedido pela 2ª Vara Criminal de Maracaju, referente a um processo que está na justiça há seis anos, onde ela é acusada de manter uma casa de prostituição.
Segundo a decisão, na época a suspeita não foi encontrada e por conta disso o processo foi suspenso dois anos depois. Após a mulher ‘reaparecer’ e dar diversas declarações sobre o desaparecimento dos filhos, o juiz Raul Ignatius Nogueira, decretou sua prisão preventiva alegando que a medida era para “garantia da ordem pública e assegurar a aplicação da lei”, já que com a ausência, Rosimeire estaria “causando empecilhos à instrução criminal”.
Após a divulgação da prisão da comerciante, a OAB/MS, que no dia 28 de julho criou uma comissão para apurar os fatos sobre o desaparecimento dos irmãos, expediu oficio ao juiz, requerendo informações e cópia do procedimento para análise. Nesta sexta-feira, a prisão de Rosimeire foi revogada.
“Assim que a OAB tomou conhecimento dos fatos, imediatamente ofício ao juízo solicitando informações dos motivos desta medida extrema de uma prisão cautelar, e se colocou à disposição para auxiliar o advogado contratado pela família para exercer a defesa dela, inclusive atuando em favor deste pedido de liberdade, que foi concedido hoje”, explicou o Presidente da OAB Subseção Ponta Porã, Luiz Renê do Amaral, nomeado Presidente da Comissão.
Segundo nota da OAB, houve entendimento por parte do magistrado de que a prisão preventiva de Rosimeire não era necessária para que o processo chegue a uma decisão judicial. A comerciante cumpria pena no Presídio Feminino de Ponta Porã desde sua prisão e foi liberada nesta tarde.

Desaparecimento
Os irmãos foram vistos pela última vez no dia 12 de agosto, quando foram abordados pelos policiais do DOF em um posto de combustível da MS-164. Eles estavam em um veículo VW Golf, que foi encontrado abandonado no mesmo dia do desaparecimento.
Imagens que circulam em redes sociais, mostram a abordagem policial aos irmãos. Em uma das imagens, um dos jovens entra no banco traseiro do carro, e neste momento um policial entra pela porta do motorista, e outro policial pela porta do passageiro do veículo. Já ao fundo aparecer o outro rapaz entrando na viatura da polícia.
Após a divulgação das imagens, a família do rapaz afirmou ao Midiamax que duvidava da versão apresentada pela polícia, de que os dois foram liberados após a abordagem. “Não acreditamos que os policiais liberaram os meninos e é fato que eles têm alguma a coisa a ver com o sumiço deles”, disse Rosimeire em entrevista. Ela ainda relatou o descaso das autoridades nas investigações do desaparecimento dos filhos.
domingo, 3 de setembro de 2017

SUPERMERCADO PANTANAL

http://picasion.com/

RioverdeRV

LOJA QUEIMA TOTAL


http://picasion.com/

BARRACA DO PINHEIRO



http://picasion.com/

SUPERMERCADO PONTO CERTO

http://picasion.com/

MERCEARIA NOVA CANAÃ

http://www.rioverdems.com/

LOJA TÔ NA MODA

http://picasion.com/

MERCEARIA TUNTUN

http://picasion.com/