->
CIDADES
INTERNACIONAL
quarta-feira, 30 de agosto de 2017
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

Rio Verde: Consumidor está aprendendo a valorizar consumo responsável.

Imagem Ilustrativa

Comprar produtos fabricados na sua cidade ou região, uma cerveja na esquina de casa ou almoçar por 15 reais em um restaurante da cidade tem um valor que vai além de apenas suprir suas necessidades. Ajuda no crescimento da cidade.
Dias atrás a dona de casa Maria de Fátima, nome fictício de uma moradora residente em Rio Verde, que preferiu ficar anônima, contou que chegou em uma rede de supermercado de Rio Verde, para comprar presunto e escolheu produtos da empresa Aurora de São Gabriel do Oeste. Pra sua surpresa uma jovem vendedora lhe indicou outra marca, dizendo que era melhor.
Mas dona Maria respondeu: "Olha, meu filho e minha nora trabalham na Aurora assim, como mais de 250 pessoas de Rio Verde, que recebem seu salário e pagam suas contas aqui na nossa cidade, como prestação do carro ou moto, água, luz, e ainda fazem compra aqui no mercado, movimentando o dinheiro aqui. 
Como eu posso consumir outro produto, que não seja da Aurora,  que está empregando meus parentes e ajudando a economia de nossa cidade?
O que a dona de casa falou a jovem vendedora, é coberta de razão, e como exemplo, se 250 pessoas empregadas na Aurora recebem 1 salário mínimo cada, no final das contas, são quase R$ 300 mil mensais girando na economia do município.
Assim funciona o nosso comércio, e é sempre bom as pessoas pensarem como a dona Maria, pois o motor da economia e, quando analisado o conjunto, possui uma amplitude econômica  importantíssima.
Como consumidores, podemos ajudar também sendo exigentes. Ao pesquisar melhores preços, opções e ouvir sugestões, nós estimulamos a competitividade entre as empresas locais, que a partir disto irão buscar soluções para se destacar no mercado e priorizar a qualidade em seus produtos, serviços, preços e principalmente, atendimento.
Crise econômica
Paulo Solmucci, o presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (entidade que também apoia a medida), falou sobre o momento econômico do país: “evidentemente a crise existe. Em alguns segmentos e localidades, ela é muito intensa, mas quando você olha o Brasil como um todo, ela não tem a força que os jornais falam. A grande maioria do nosso setor, os pequenos estabelecimentos, estão crescendo até 15 %.”
mercado.jpgA opinião converge com a análise de Barretto, presidente do Sebrae. Para ele, o momento é de crise mas também de oportunidade. “Nós vivemos um ano de ajuste, de dificuldade, mas a pequena empresa continua gerando emprego. O saldo do primeiro semestre de 2015 é positivo, entre janeiro e 31 de junho foram geradas 116 mil vagas, muito mais do que as médias e grandes empresas. Estas, por sua vez, apresentaram um saldo negativo em torno de 450 mil vagas."
A presidenta da Associação Brasileira de Franchising, Maria Cristina Franco, seguiu na mesma linha: afirmou que o franchising, presente em 37% dos municípios brasileiros, fechará o ano de 2015 com um crescimento entre 7,5% a 9%.
quarta-feira, 30 de agosto de 2017

SUPERMERCADO PANTANAL

http://picasion.com/

RioverdeRV

LOJA QUEIMA TOTAL


http://picasion.com/

BARRACA DO PINHEIRO



http://picasion.com/

SUPERMERCADO PONTO CERTO

http://picasion.com/

MERCEARIA NOVA CANAÃ

http://www.rioverdems.com/

LOJA TÔ NA MODA

http://picasion.com/

MERCEARIA TUNTUN

http://picasion.com/