->
CIDADES
INTERNACIONAL
sexta-feira, 17 de março de 2017
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

Artesã e núcleo de artesanato de Rio Verde foi homenageado na Assembleia Legislativa


Como parte das homenagens da “10ª Semana do Artesão”, por proposição da deputada estadual Mara Caseiro (PSDB), a Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, realizou nesta quinta-feira (16), uma Sessão Solene para a entrega da Medalha “Conceição dos Bugres”.



O evento concede a honraria aos que se destacam por sua criatividade. A deputada destacou a importância de celebrar a vida e o trabalho de pessoas "que perpetuam cultura e história em nosso Estado".


O Núcleo Riverarte que foi criado após os integrantes participarem do curso de modelagem em argila realizado pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) e Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) foi homenageado juntamente com a artesã rio-verdense Marilde Cecília Ferreira.

Hoje o artesanato de Rio Verde tem o selo TOP 100, com 11 peças dentre as 100 melhores peças do artesanato nacional, sendo que uma das 11 consta como a primeira colocada. Isso graças à perseverança e trabalho de mulheres que começaram um trabalho no fundo de casa, e hoje mostram ao mundo o trabalho que o povo de Rio Verde desenvolve.

O artesanato da Riverarte, se baseia em materiais de utilidade doméstica, como travessas, panelas, potes, fruteiras. Também produzem utensílios de decoração como esculturas e outras peças mais. A artesã Marilde Cecília Ferreira, é uma das fundadoras do Núcleo Riverarte, e é por amor à arte com muita fibra e coragem, continua a acreditar no potencial desse ramo e mantém via a tradição do município em produzir peças únicas e alto valor artístico reconhecido nacionalmente.

O prefeito Mario Kruger e a Assessora Especial de Cultura do município, Iria Maciak estiveram prestigiando a premiação que serve também para divulgar e reconhecer o trabalho artesanal rio-verdense bem como proporcionar intercâmbio entre aqueles que utilizam as mãos como instrumento de trabalho.


Conceição dos Bugres 


A medalha leva o nome da artesã gaúcha, que nasceu em Povinho de Santiago (RS). Aos seis ela se mudou para o Estado e criou o principal artefato da iconografia sul-mato-grossense, o Bugre, esculpido em madeira com golpes secos e retos de facão e recoberto com cera de abelhas, com cabelos e detalhes inicialmente feitos com carvão e posteriormente substituídos por tinta preta. 


Os bugres foram inicialmente vendidos nas feiras e depois exportados para países distantes, levando o nome do Estado a diferentes lugares. Após sua morte, em 1984, seu trabalho continuou sendo realizado pelo seu marido. Quem deu continuidade é seu neto Mariano.
O Gabrielense
sexta-feira, 17 de março de 2017

SUPERMERCADO PANTANAL

http://picasion.com/

RioverdeRV

LOJA QUEIMA TOTAL


http://picasion.com/

BARRACA DO PINHEIRO



http://picasion.com/

SUPERMERCADO PONTO CERTO

http://picasion.com/

MERCEARIA NOVA CANAÃ

http://www.rioverdems.com/

LOJA TÔ NA MODA

http://picasion.com/

MERCEARIA TUNTUN

http://picasion.com/