->
CIDADES
INTERNACIONAL
sábado, 3 de dezembro de 2016
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

Senai certifica mais 98 alunos de 12 cursos em 3 cidades e conclui mutirão de formaturas


Ao certificar nesta sexta-feira (02) em Campo Grande, Corumbá e Rio Verde 98 alunos de 12 cursos profissionalizantes o Senai concluiu o mutirão de formaturas iniciado na segunda-feira (28) e que diplomou 1.087 trabalhadores de 35 cursos distribuídos por Aparecida do Taboado, Campo Grande, Corumbá, Dourados, Ivinhema, Maracaju, Naviraí, Nova Andradina, Sonora, Rio Verde e Três Lagoas.
Segundo o diretor-regional do Senai, Jesner Escandolhero, a instituição comemora a disponibilização de mais de mil profissionais qualificados para o mercado de trabalho neste fim de ano. “Agora, as unidades do Senai prosseguem com a oferta de mais cursos e a abertura de novas turmas”, declarou.
Na Capital, em três dias de solenidades no auditório do Senai, foram certificados 150 alunos de 11 cursos, sendo que nesta sexta-feira receberam o diploma 16 alunos do curso técnico em segurança do trabalho, sete alunos do curso técnico em eletrônica, quatro alunos do curso técnico em vestuário, três alunos do curso técnico em edificações e dois alunos do curso técnico em eletroeletrônica.
O diretor da Fiems, Zigomar Burille, empresário da indústria plástica, participou do evento e destacou a importância da qualificação, tanto para o profissional, quanto para o industrial. “É uma via de mão dupla onde ambos são beneficiados. De um lado, o profissional tem o trabalho valorizado, do outro, o empresário obtém ganho de produtividade, competitividade e diminuição do desperdício”, declarou.
Já para o diretor da Fiems, Nilvo Della Senta, o profissional qualificado pelo Senai apresenta um diferencial para o mercado de trabalho. “A qualidade é perceptível. Dentro da indústria é possível sentir isso e, consequentemente, no desenvolvimento econômico em geral também”, analisou.
O gerente do Senai de Campo Grande, Marcos Costa, destacou o fato de a solenidade concentrar formaturas de cursos de nível técnico. “A habilitação técnica é assim chamada porque demanda atributos que envolvem inclusive Conselhos de classes. Esse profissional passa a atender a sociedade com as competências adquiridas e uma série de responsabilidades inerentes à profissão”, pontuou.
Para Mirela de Almeida Alves, 24 anos, a formação técnica em segurança do trabalho é o início de uma jornada voltada para o setor. “Pretendo me especializar ainda mais, especialmente em normas regulamentadoras. Planejo pelo menos mais um ano de capacitação antes de pleitear uma vaga no setor”, disse.
Já a realidade de Eusébio Rodrigues dos Santos, 46 anos, é diferente. Autônomo, trabalha com eletroeletrônica há anos, mas agora ostenta o diploma técnico do Senai. “Aprendi muita coisa e o que mais me marcou foi a qualidade dos instrutores. São profissionais altamente qualificados e dispostos a repassar os conhecimentos”, elogiou.
Interior
O município de Corumbá teve cinco dias de solenidades, certificando um total de 234 alunos de 10 cursos, sendo que nesta sexta-feira, em uma cerimônia que contou com as presenças do vice-presidente regional da Fiems, Lourival Vieira Costa, e dos diretores Edemir Chaim Asseff e Alfredo Fernandes, receberam os diplomas 13 alunos do curso de ajustador mecânico, 13 alunos do curso técnico em mecânica e 12 alunos do curso técnico em eletromecânica.
Para Lourival Vieira Costa, é sempre um prazer participar de uma formatura de jovens, ainda mais em cursos ligados ao segmento da indústria metalmecânica, que a área onde atuo. “É uma grande alegria presenciar esses jovens se qualificando e se preparando para atender as indústrias do nosso município e do nosso Estado. Não tenho dúvidas que, graças a essa qualificação do Senai, eles vão conseguir boas colocações no mercado de trabalho, gerando mais renda e ajudando a movimentar a economia local”, analisou.
Na avaliação do gerente do Senai de Corumbá, Marcelo Alexandre Zinsly, as solenidades realizadas ao longo da semana marcaram a finalização de um trabalho desenvolvido durante meses e que, mais do que qualificar, confere aos alunos uma nova profissão. “Sabemos do valor de uma qualificação para concorrer a uma vaga de emprego e espero que os concluintes consigam estas vagas”, ressaltou.
João Viegas das Neves, que se formou no curso técnico em mecânica, destaca a qualidade da formação, pois, graças a ela, já conseguiu emprego em uma empresa de retifica de motores automotivos. “Há quatro meses comecei a trabalhar nessa empresa e tudo isso foi obtido com o curso, que correspondeu às minhas expectativas. Pretendo fazer outros cursos do Senai e talvez uma faculdade, pois pretendo crescer nessa área”, afirmou.
Já Marcelo Bispo Santos, que se formou no curso de ajustador mecânico, gostou tanto da qualificação que deveria ter feito ela quando era mais jovem. “Hoje, os jovens têm essa oportunidade e muitos não aproveitam, na minha época eu não podia fazer um curso do Senai. Se eu tivesse feito o curso quando era jovem, a minha carreira no Exército teria sido mais fácil e melhor. Falo para os meninos que fizeram o curso comigo para aproveitar a chance, pois atualmente o conhecimento é um divisor de águas, nunca se teve tanto acesso à informação”, disse o militar da reserva.
Em Rio Verde, o Senai certificou 28 alunos nesta sexta-feira, sendo 11 do curso técnico em química, sete do curso de auxiliar de laboratório de microbiologia, cinco do curso técnico em edificações e cinco do curso de operador de computador. Segundo o gerente do Senai de Rio Verde, Valter Costa de Almeida, foi uma honra certificar esses 28 jovens e poder contar com a presença de autoridades locais, como o vice-presidente regional da Fiems, Luiz Cláudio Sabedotti Fornari, e o prefeito Mário Kruger.
Willian Oliveira dos Santos, 18 anos, concluiu o curso técnico em química e está otimista em relação aos efeitos da qualificação em sua vida profissional. “Iniciei faculdade de enfermagem e o curso está me ajudando muito. A qualidade é inquestionável, tanto que indico para amigos e familiares que pretendem se qualificar”, declarou.
Stephanie Ramos da Silva, 19 anos, optou pelo curso de auxiliar de laboratório de microbiologia pelo reconhecimento do Senai na formação profissional. “O mercado de trabalho exige muito, e essa capacitação abriu muitas portas. Me adaptei à didática do Senai e posso dizer que cresci tanto profissionalmente quanto pessoalmente”.
sábado, 3 de dezembro de 2016

SUPERMERCADO PANTANAL

http://picasion.com/

RioverdeRV

LOJA QUEIMA TOTAL


http://picasion.com/

BARRACA DO PINHEIRO



http://picasion.com/

SUPERMERCADO PONTO CERTO

http://picasion.com/

MERCEARIA NOVA CANAÃ

http://www.rioverdems.com/

LOJA TÔ NA MODA

http://picasion.com/

MERCEARIA TUNTUN

http://picasion.com/