->
CIDADES
INTERNACIONAL
sábado, 21 de maio de 2016
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

Será que você também está sendo refém da tecnologia?


Há algum tempo, o Brasil vive uma nova epidemia: a dependência tecnológica. Não é à toa que cada vez mais pessoas se sentem incomodadas quando passam muito tempo longe de seus smartphones e computadores, ou seja, estão dominados pela tecnologia.

A Pesquisa Brasileira de Mídia (PMB) 2015 mostrou que quase 50% dos usuários de internet passam pelo menos cinco horas por dia na web. Hoje, quase metade da população brasileira tem acesso à internet. Desses, 76% acessam a web diariamente. O levantamento foi encomendado pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República (Secom) e realizado pelo Ibope.
Celulares, tablets e computadores seduzem pelo acesso fácil que oferecem a diversos tipos de conteúdo. De notícias a jogos, de receitas a fofocas, tudo está na ponta dos dedos. Contudo, passar muitas horas online pode trazer prejuízos.

As tecnologias entraram na vida das pessoas de uma maneira recreativa, mas em alguns as pessoas viram reféns desse tipo de entretenimento e acabam não conseguindo mais sair de casa sem celular.

Válvula de escape

Algumas pessoas buscam a internet como forma de aliviar a tensão e as dificuldades enfrentadas no dia a dia. Ou seja, procuram no ambiente online aquilo que não encontram na vida real. Isso pode criar ilusões e aumentar a dificuldade para lidar com a frustração.
Exemplo: Se o indivíduo está no trabalho e toma uma bronca do chefe, ele entra na internet, no WhatsApp ou no Facebook, em busca de alívio. Assim, o cérebro aprende que, cada vez que a pessoa não está bem, ela pode ir para a tecnologia porque lá está tudo bem.
Dica: O segredo para não deixar que a tecnologia domine o cotidiano é controlar o seu uso e utiliza-la de maneira sensata, para torná-la uma aliada no dia a dia.

Jogos online

Já falamos por aqui dos perigos que a internet pode oferecer à crianças e adolescentes, e mais uma vez, ela também aparece aqui no nosso exemplo e se usada de maneira errada, também pode te tornar um refém da tecnologia.
Porque a internet oferece inúmeros games que podem ser disputados em tempo real por pessoas de diferentes partes do mundo. O desejo de evoluir de fases e cumprir as tarefas propostas pode estimular o participante a fazer uso abusivo dos jogos.
Exemplo: A competição é o grande atrativo desse tipo de entretenimento, o jogador precisa competir dentro do jogo e essa é uma maneira de contornar os desafios da vida de forma mais lúdica. O jogo tende a ser um refúgio para determinadas pessoas, e em alguns casos, a pessoa chega a perder o interesse em sair, comer, arrumar a casa ou viver uma vida normal e não saem do computador enquanto não zeram o jogo.
Dica: Algumas pessoas têm propensão à dependência de jogos. Nesses casos, ele sugere evitar lugares onde o jogo seja estimulado. Não dá para dizer que todas as pessoas têm essa fragilidade, mas é preciso ficar atento. Se a pessoa tem amigos e familiares que jogam, ela pode ter mais inclinação a se interessar por jogos também.

Por isso os pais devem colocar limites no uso da tecnologia. Às vezes, o adolescente fica recluso em smartphones e videogames porque a família tem cada vez menos tempo para estar unida, os laços estão fragilizados. Não existe mais o momento de jantar junto e saber o que está acontecendo na vida do filho. Os pais precisam estar cientes do risco causado pelo uso excessivo da tecnologia. Para uma criança de 2, 3, 4 anos, os impactos negativos do tablet em sua vida social são muito maiores do que os benefício.

Para refletir

As novas tecnologias facilitaram muito a vida do ser humano. Hoje é mais fácil se comunicar com parentes que estão em outros países pelas redes sociais ou trocar infinitas mensagens com amigos e colegas de trabalho. O mundo está mais conectado e muitas tarefas se tornaram mais simples. Entretanto, a sedução provocada por celulares, computadores e internet pode ser um verdadeiro tiro no pé.
Se a máquina se transforma em protagonista, corremos o risco de viver em função dela.
  • Você já parou para pensar qual é a sua relação com a tecnologia?
  • Quantas horas passa conectado?
  • Se já deixou de fazer algo por causa de um jogo?
  • Seu tempo online produz benefícios ou provoca angústia e ansiedade?
O limite entre o uso racional e a dependência começa com uma escolha. Você quer dominar ou ser dominado e um refém da tecnologia?
Fonte: arcauniversal
sábado, 21 de maio de 2016

SUPERMERCADO PANTANAL

http://picasion.com/

RioverdeRV

LOJA QUEIMA TOTAL


http://picasion.com/

BARRACA DO PINHEIRO



http://picasion.com/

SUPERMERCADO PONTO CERTO

http://picasion.com/

MERCEARIA NOVA CANAÃ

http://www.rioverdems.com/

LOJA TÔ NA MODA

http://picasion.com/

MERCEARIA TUNTUN

http://picasion.com/