CIDADES
INTERNACIONAL
quinta-feira, 1 de dezembro de 2022
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

Irmãos são presos suspeitos de matarem o pai e jogar corpo em pedreira em Dourados

 


A Polícia Civil prendeu na tarde desta quarta-feira (30), três pessoas suspeitas de envolvimento na morte de Alonso Cabreira, de 89 anos, encontrado morto em uma pedreira durante a manhã de hoje, na Aldeia Bororó, em Dourados, a 221 quilômetros de Campo Grande. Os suspeitos são os filhos da vítima identificados como apenas como Laura, Michele e Miguelito.

Conforme o site Ligado Na Notícia, que obteve informações policiais sobre o caso, Alonço fez um empréstimo na última sexta-feira (25), e ao retornar para a aldeia, passou o fim de semana consumindo bebida alcoólica com os suspeitos e o namorado de Michele, identificado como Paloma, em sua residência.Num determinado momento, segundo informações policiais, o namorado da Michele começou a bater na vítima. Já na segunda-feira (28), eles almoçaram juntos e depois disso, Alonço não foi mais localizado.

Ainda segundo o site, os detidos prestam depoimento ao delegado do SIG (Setor de Investigações Gerais), Erasmo Cubas.Alonso Cabreira, era pai da menina Raissa da Silva Cabreira, 11 anos, estuprada e morta ao ser jogada de um penhasco, em 9 de agosto de 2021.

O caso
Alonso Cabreira, achado morto em uma pedreira, nesta quarta-feira (30), era pai da menina Raissa da Silva Cabreira, 11 anos, estuprada e morta ao ser jogada de um penhasco, em 9 de agosto de 2021, na Aldeia Bororó, em Dourados. 

O homem, que segundo o Dourados News, tem cerca de 60 anos, foi achado morto no início da tarde desta quarta-feira (30), onde fica uma pedreira desativada, aos fundos da reserva federal.
A vítima estava desaparecida desde a sexta-feira (26), quando saiu de casa para sacar dinheiro em um banco e não mais deu notícias. 

A Polícia Civil e a Perícia Técnica foram acionadas e encontraram ferimentos no pescoço de Alonso. Sendo assim, uma das linhas de investigação é latrocínio (matar para roubar). 

A investigação está no início e pretende dar conta se Cabreira morreu no local ou foi assassinado antes e depois carregado e jogado no penhasco. 

Raissa
A morte da menina Raissa chocou a população local e foi destaque até no noticiário nacional, em razão da brutalidade dos assassinos. A pequena foi embebedada por cinco criminosos, depois estuprada e jogada do mesmo penhasco onde o pai dela foi encontrado nesta quarta-feira. 

Todos os criminosos foram identificados e responsabilizados. Um dos envolvidos, Elinho Arévalo, que era tio da garota, foi achado morto, em uma das celas da Penitenciária Estadual de Dourados, dias depois de ser preso. 

quinta-feira, 1 de dezembro de 2022

Livro

PROMOÇÃO OK NET

M

OK NET RIO VERDE

http://oknetms.com.br/

SUPERMERCADO BOM PREÇO

https://picasion.com/

RESTAURANTE IZABEL

http://picasion.com/

RioverdeRV