CIDADES
INTERNACIONAL
segunda-feira, 31 de outubro de 2022
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

MS já elegeu os 24 deputados estaduais que começam a trabalhar dia 1° de janeiro

 


Mato Grosso do Sul já elegeu os 24 deputados estaduais que começam a trabalhar a partir de 1° de janeiro de 2023. Terminado o segundo turno neste domingo (30), todos os quadros já estão definidos em MS e no Brasil.

A lista dos eleitos no primeiro turno das eleições, em 2 de outubro, teve uma alteração após decisão da Justiça Eleitoral. Naquele momento, o candidato Pedro Pedrossian Neto (PSD) aparecia com uma cadeira garantida, pois, o mais votado do partido: o vereador de Campo Grande, Tiago Vargas, estava com registro de candidatura em julgamento.

Após alguns dias, a Justiça deu vitória a Tiago Vargas, que a partir do ano que vem, vai ocupar uma das 24 cadeiras no legislativo estadual.

A novidade do próximo ano é que a Casa de Leis terá duas mulheres: Mara Caseiro (PSDB) e Lia Nogueira (PSDB). Caseiro já está em mandato e foi a mais votada com 49.215 votos. 

Os sul-mato-grossenses reelegeram 17 deputados estaduais e o percentual de renovação na Casa de Leis foi de 29,17%. 

Bancadas

O PSDB terá a maior bancada com sete deputados. O PT terá três deputados, o MDB terá três deputados, o PL terá três deputados e o PP terá dois deputados.

Partidos com apenas um deputado representando são: PRTB, PDT, PSD, Patriota, Republicanos, Podemos.

O PSB perdeu representação, e partidos como PL, Republicanos e PP tiveram redução de representantes.

Veja a lista: 

Mara Caseiro (PSDB) com 49.512 votos

Paulo Corrêa (PSDB) com 49.184 votos

Zeca do PT (PT) com 47.183 votos

Jamilson Name (PSDB) com 43.435 votos

Zé Teixeira (PSDB) com 39.329 votos

Lídio Lopes (Patriota) com 32.412 votos

Pedro Caravina (PSDB) com 31.952 votos

Coronel David (PL) com 31.480 votos

Pedro Kemp (PT)com  27.969 votos

Lucas de Lima (PDT) com 26.575 votos

Junior Mochi (MDB) com 26.108 votos

João Henrique Catan (PL) com 25.914 votos

Gerson Claro (PP) com 25.839 votos

Londres Machado (PP) com 25.691 votos

Antonio Vaz (Republicanos) com 19.395 votos

Rafael Tavares (PRTB) com 18.224 votos

Renato Câmara (MDB) com 17.756 votos

Amarildo Cruz (PT) com 17.249 votos

Neno Razuk (PL) com 17.023 votos

Marcio Fernandes (MDB) com 16.111 votos

Tiago Vargas (PSD) com 18.288 votos

Lia Nogueira (PSDB) com 15.155 votos

Roberto Hashioka (PSDB) com 13.662 votos

Rinaldo Modesto (Podemos) com 12.800 votos

O que faz um deputado estadual?

Os deputados estaduais são os responsáveis por legislar, fiscalizar e prezar por uma atuação justa do Executivo. Conforme o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) fica a cargo desses representantes estabelecer, criar, alterar e vetar as leis estaduais. Além disso, são eles que observam se há alguma irregularidade na gestão do Executivo do Estado.

Os deputados também ficam a cargo de  investigações que apuram determinado fato caso sejam convocados para participar de CPIs (Comissões Parlamentares de Inquérito). Cabe ainda aos deputados, a análise de alguns documentos importantes do Executivo, como as prestações de contas. Em MS, são 24 cadeiras disponíveis na Assembleia Legislativa. Foram registrados 397 candidatos, equivalendo a 16,54% por vaga. 

Qual é o salário de um deputado estadual?

O salário de um deputado estadual é de R$ 25 mil. Além disso, cada um tem direito a R$ 36 mil de CEAP (Cota para o Exercício da Atividade Parlamentar), verba destinada a custear gastos exclusivamente vinculados ao trabalho legislativo.  

A escolha dos representantes dos órgãos legislativos é feita por meio do sistema proporcional. 

Topmidianews

segunda-feira, 31 de outubro de 2022

OK NET RIO VERDE

http://oknetms.com.br/

SUPERMERCADO BOM PREÇO

https://picasion.com/

RESTAURANTE IZABEL

http://picasion.com/

RioverdeRV