CIDADES
INTERNACIONAL
domingo, 26 de junho de 2022
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

Preço do Diesel já é encontrado a quase R$ 8,00 em Mato Grosso do Sul

 


Uma semana após o último aumento da Petrobrás sobre os combustíveis nas refinarias já é possível ver o impacto sobre os preço nas bombas dos postos de Mato Grosso do Sul, além disso pode-se sentir os efeitos dele no bolso. 

Divulgada neste sábado (25), a pesquisa de preços semanal da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) aponta o preço máximo do diesel comum em Corumbá, onde é comercializado a R$ 7,98. 

Como já adiantou o Correio do Estado na edição do dia 24 de junho, o segundo valor praticado em MS é o de Camapuã, R$7,89 o litro. A alta atingiu R$ 0,60 no comparativo com a última semana. 

Esse impacto compromete os custos do frete e pode afetar a inflação como um todo. 

Diretor-presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas e Logística de Mato Grosso do Sul (SETLOG-MS), Claudio Cavol, comenta que as planilhas de gastos do setor são pressionados pelo preço do insumo e posteriormente a pressão aparece nos produtos relacionados ao serviço. 

“A situação é complicada por estarmos numa espiral inflacionária. Na nossa planilha de custos o maior gasto é de 35% a 40% em cima do diesel, o restante sobem de acordo com o combustível. Por exemplo, se o diesel subir 15%, imediatamente vemos o principal gasto aumentar, mas o mesmo não acontece nos insumos como pneus, manutenção, peças e outros produtos. Essa alta [do combustível] só aparece 40  dias depois, que é o tempo de ser repassada para os demais produtos”, explica. 

O dirigente explica que essa alta é ainda mais prejudicial para o caminhoneiro autônomo. 

“No caso dos menores, os autônomos, o diesel corresponde a quase 80% dos custos, então se ele aumenta muito, a corda acaba estourando no lado mais fraco”. 

Em Campo Grande e Ponta Porã são encontrados os menores preços segundo a ANP. 

Na Capital, tem-se o menor preço médio dentre as cidades pesquisadas de R$ 7,24 o litro. Na cidade fronteiriça o menor preço mínimo encontrado pela pesquisa é de R$ 6,86. 

Gasolina

Pela primeira vez, o preço da gasolina está menor que o do diesel. 

O caminhoneiro autônomo Andrei De Souza Lima, diz que a situação está bem complicada para a categoria. “Nunca imaginamos que o diesel ficaria no preço da gasolina. [O diesel] é  indispensável, tudo transportado pelo preço do caminhão, e isso afeta todo mundo. Tudo sobe no mercado, insumo agrícola, tudo é por caminhão. Tá bem difícil  não sei nem como teve greve ainda”, desabafa. 

O relato de Andrei é uma constatação confirmada pela pesquisa de preços da ANP. 

Na sema do dia 19 ao dia 25, o preço médio da gasolina em MS ficou na casa dos R$ 7,11, contra os R$ 7,28 do diesel.

 Preço mais alto encontrado em MS continua sendo o d Corumbá, comercializada a R$ 7,89 o litro. Campo Grande nesse quesito tem os preços mais enxutos do Estado. 

O preço médio na Capital e em Dourados chega aos R$ 7,00 o litro.  Já o preço mínimo da Capital é o menor com média de R$ 6,84.  

domingo, 26 de junho de 2022

OK NET RIO VERDE

http://oknetms.com.br/

SUPERMERCADO BOM PREÇO

https://picasion.com/

RESTAURANTE IZABEL

http://picasion.com/

RioverdeRV