CIDADES
INTERNACIONAL
sábado, 2 de abril de 2022
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

Marquinhos Trad deixa a prefeitura de Campo Grande para concorrer ao governo de Mato Grosso do Sul

 


Marquinhos Trad (PSD) não é mais o prefeito de Campo Grande. Ele comunicou seu desligamento do cargo na noite desta sexta-feira (1º), e teve sua carta de renúncia publicada no Diário Oficial do município logo em seguida.

Assume o cargo Adriane Lopes (Patriota). Ela é advogada, já trabalhou na fábrica de sorvete do pai, e as duas únicas eleições que disputou foi na chapa de Marquinhos Trad como vice-prefeita. Adriane, porém, tem familiar na política: o deputado estadual Lídio Lopes (Patriota), conhecido por sua forte atuação no eleitorado evangélico.  

Ela será a segunda prefeita da história de Campo Grande, a primeira oriunda de uma escolha democrática, ainda que tenha sido a vice da chapa. Em 1983, Nelly Bacha, do então PMDB, administrou a cidade por menos de 1 ano por indicação do então governador, Wilson Barbosa Martins. 

“O que me move a desligar da prefeitura, é uma missão maior. Conversei com muitas pessoas, de todas as classes sociais. Ouvi muito a minha cidade. Escutei o meu Estado e o clamor geral por mudança foi um dos motivos que mais fortaleceu essa decisão: mudança. Mudança com segurança”, disse Marquinhos em seu discurso de despedida. “É o início de um novo tempo. Por isso, não estou dizendo adeus Campo Grande, mas sim, até breve”, acrescentou.

Marquinhos Trad também apresentou a nova prefeita da cidade: Adriane Lopes: “Outro fator importante para essa decisão é que deixo Campo Grande nas mãos da Adriane. Eu confio, é preparada, a Adriane me acompanha desde o primeiro ano do nosso mandato. E dará sim sequência ao projeto que o povo de Campo Grande escolheu por duas vezes.”  

Por fim, o agora ex-prefeito voltou dar mais um até breve, ao dar o tom do seu discurso na pré-campanha a governador: “com a ajuda de Deus, e com apoio do nosso povo, continuaremos trabalhando, com a mesma seriedade e o compromisso de sempre. Nossos sonhos são iguais, um Mato Grosso do Sul mais humano, um Mato Grosso do Sul, mais justo socialmente. Repito: a nossa decisão é o início de um novo tempo. Por isso, não digo adeus, mas até breve!”

 

Pré-candidatura

Marquinhos Trad deixa o cargo para ser pré-candidato ao governo de Mato Grosso do Sul pelo PSD. A disputa promete ser acirrada, entre os pré-candidatos estão Eduardo Riedel (PSDB); os ex-governadores André Pucinelli (MDB) e Zeca do PT, a deputada federal Rose Modesto (União Brasil), o deputado estadual Capitão Contar (PRTB) e professor André Luis (Rede). 

sábado, 2 de abril de 2022

TENDA ENERGIA SOLAR

https://picasion.com/

SUPERMERCADO BOM PREÇO

https://picasion.com/

RESTAURANTE IZABEL

http://picasion.com/

RioverdeRV