CIDADES
INTERNACIONAL
segunda-feira, 31 de janeiro de 2022
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

'Comboio da Liberdade': Caminhoneiros causam caos em Ottawa após 2° dia de protestos contra o passaporte de vacina

 


Um protesto contra a exigência do passaporte de vacina para caminhoneiros que cruzam a fronteira entre Estados Unidos e Canadá paralisou Ottawa pelo segundo dia consecutivo.

Milhares de manifestantes se juntaram ao chamado 'Comboio da Liberdade' na capital canadense.

A polícia iniciou investigações após o registro de várias ocorrências, incluindo o aparecimento de bandeiras com a suástica e imagens de uma mulher dançando no túmulo do soldado desconhecido, um monumento que homenageia os combatentes canadenses que participaram de guerras no passado.

A ministra da Defesa, Anita Anand, disse que os incidentes "ultrapassaram o repreensível".

A polícia de Ottawa declarou em uma postagem no Twitter que "várias" investigações estão em andamento sobre a "profanação" de vários monumentos na capital. A autoridade local também disse que analisa o "comportamento ameaçador/ilegal/intimidador à polícia/trabalhadores da cidade e outros indivíduos e danos em um veículo da cidade".

Caminhoneiros bloquearam as ruas ao redor do prédio do parlamento do Canadá e o prefeito de Ottawa, Jim Watson, disse que alguns manifestantes assediaram funcionários de um serviço voluntário de distribuição de alimentos, exigindo refeições gratuitas depois que foram proibidos de entrar em restaurantes por se recusarem a cumprir a exigência de usar máscaras em locais fechados.

No sábado (29/1), o primeiro-ministro Justin Trudeau e sua família também deixaram a residência em Ottawa por questões de segurança.

Cerca de 90% dos 120 mil caminhoneiros que cruzam as fronteiras do Canadá já estão vacinados, número parecido ao observado no restante da população adulta do país.

A manifestação cresceu e foi além do apelo para acabar com a exigência do passaporte vacinal especificamente nas fronteiras. Muitos protestam pelo fim da necessidade de mostrar esse documento em todo o país.

Trudeau chamou os manifestantes de "uma minoria" durante uma entrevista coletiva no início da última semana.

O líder conservador Erin O'Toole se encontrou com alguns representantes do protesto e falou a favor do direito à manifestação pacífica, mas criticou "indivíduos que profanaram" memoriais e monumentos em Ottawa.

O governo de Trudeau introduziu o passaporte da vacina em 15 de janeiro. A nova regra exige que os caminhoneiros canadenses não vacinados fiquem em quarentena assim que cruzem a fronteira de volta para casa.

Os Estados Unidos também disseram recentemente que os caminhoneiros estrangeiros devem apresentar alguma prova de vacinação para entrar no país.

UOL

segunda-feira, 31 de janeiro de 2022

TENDA ENERGIA SOLAR

https://picasion.com/

SUPERMERCADO BOM PREÇO

https://picasion.com/

RESTAURANTE IZABEL

http://picasion.com/

RioverdeRV