CIDADES
INTERNACIONAL
quarta-feira, 16 de junho de 2021
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

‘Não é porque deu várias facadas que foi cruel’, defesa quer pena menor para marido que deu 24 facadas na esposa

 


Mesmo depois de matar com 24 facadas a esposa Aldennir Soares da Silva, de 35 anos, na frente do filho de criação da vítima de 15 anos, Veronil Pereira da Rocha de 45 anos, preso em Chapadão do Sul a 330 quilômetros de Campo Grande, alegou que não agiu com crueldade mesmo rendo desferido tantas facadas na esposa.

De acordo com a defesa, “Não é porque aplicou vários golpes, que configura meio cruel”. Segundo a defesa o meio cruel seria ao criar exacerbada dor a vítima, quando no primeiro golpe Aldennir já caiu no chão e todos os outros golpes foram aplicados em seguida não causando dor a Aldennir.

Ainda foi pedido pela defesa a impronúncia do caso, mas o pedido foi negado pelo juiz José Eduardo Neder Meneghelli, da 1º Vara da cidade sendo a decisão publicada nesta segunda-feira (14), no Diário da Justiça do Estado.

O crime aconteceu no dia 26 de junho de 2020 quando aconteceu uma briga entre o casal, e Aldennir acabou sendo perseguida por Veronil que estava armado com uma faca tipo ‘peixeira’ e na frente do filho da vítima e de sua mãe, ele a matou. Mas, antes a vítima ainda tentou pedir ajuda a mãe.

“Mãe não deixa ele me matar, mãe por favor, eu te amo”, estas teriam sido as últimas palavras de Aldennir disse antes de ser brutamente morta a sangue frio por Veronil, que ainda perseguiu a sogra e também desferiu golpes de faca contra ela dizendo “agora você quem vai morrer”. A mãe de Aldennir conseguiu fugir para pedir ajuda.

Após desferir as 24 facadas em Aldennir, o autor ainda cortou os pulsos da vítima para ter certeza que ela havia morrido.

Midiamaxnews

quarta-feira, 16 de junho de 2021

Adsense

SUPERMERCADO BOM PREÇO

https://picasion.com/

RESTAURANTE IZABEL

http://picasion.com/

BARRACA DO PINHEIRO

http://picasion.com/

RioverdeRV

twitter @rioverderv