CIDADES
INTERNACIONAL
quarta-feira, 23 de junho de 2021
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

Detetive que encomendou a morte da própria mulher em cidade de MS contou com a ajuda de 'mãe de santo'

 

Um dos comparsas foi preso em Jaciara, na noite desta terça-feira, no Mato Grosso. Ele é cusado de ter puxado o gatilho durante a emboscada

Por meio de impressões digitais e um bilhete encontrado no veículo Montana, que foi utilizado por Zuleide Teles da Rocha, de 57 anos antes de ser executada no último sábado (19), investigadores do SIG (Setor de Investigação Geral) chegaram nesta segunda-feira (21) aos quatro envolvidos no crime.

Todos estão presos, entre eles o marido da vítima, o detetive particular Givaldo Ferreira Santos, de 62 anos e Sueli da Silva, de 56 anos, que seria 'mãe de santo' e conselheira espiritual de Givaldo. Segundo as investigações, foi ela quem fez a ligação e atraiu Zuleide para a emboscada arquitetada por Givaldo.

Na tarde do crime, após receber uma ligação e sair para atender um suposto contrato de trabalho para a empresa de segurança do casal. Acompanhada de um neto de Givaldo, de sete anos, Zuleide, que também trabalhava como investigadora, foi rendida e levada para uma mata no Jardim Esplanada e executada com um tiro na cabeça.

O carro dela, uma Montana, foi levado por dois homens que deixaram a criança em um canteiro de obras no Residencial Vival dos Ipês. Avisado por telefone pelo vigia da obra, Givaldo que estava em um distrito de Itaporã voltou para Dourados pegou neto e depois procurou a polícia.

Pouco tempo depois do início das buscas, o corpo de Zuleide foi localizado e os investigadores já iniciaram o trabalho em busca de pistas. O carro foi encontrado pela Polícia Militar em Laguna Carapã e no trabalho de perícia surgiram as primeiras provas.

Na tarde desta terça-feira, o detetive Givaldo foi ouvido e questionado sobre as pistas encontradas e confrontado com as provas que os policiais tinham em mãos. Ele acabou confessando a trama que envolveu outras pessoas.

Segundo o detetive, casal já estava com problemas no relacionamento - Reprodução/Facebook

Willian Ferreira dos Santos de 25 anos e José Olímpio de Melo Júnior de 32 anos foram ao local do encontro marcado com Zuleide. Willian levou a vítima para a mata e fez o disparo e José Olímpio ficou tomando conta da criança.

José Olímpio foi preso no escritório de contabilidade que trabalhava. Já Sueli foi presa dentro de um ônibus em Rio Brilhante quando fugia para Campo Grande e Willian que é de Cáceres no Mato Grosso foi preso pela Polícia Militar de Jaciara na rodoviária daquela cidade e está sendo trazido para Dourados.

Sem coragem para matar

No começo da tarde desta terça-feira (22), em entrevista coletiva, o delegado Erasmo Cubas, do Setor de Investigações Gerais (SIG), já tinha afirmado que o crime não estava enquadrado como latrocínio (roubo seguido de morte), existindo pistas de crime por encomenda. Imagens de câmeras de segurança em diferentes locais foram usadas e os investigadores foram fechando o cerco para o esclarecimento do crime.

Em depoimento na noite desta terça-feira (22) ao delegado Erasmo Cubas do Setor de Investigações Gerais (SIG) da Polícia Civil de Dourados, o detetive Givaldo Ferreira dos Santos de 62 anos, disse que não teve coragem para matar e por isso teria pedido a ajuda de outras pessoas.

O motivo alegado para Givaldo encomendar a morte da mulher é que segundo ele, Zuleide estava ameaçando colocá-lo para fora de casa e que há três anos o casal vivia apenas de aparências.

Ainda de acordo com informações prestadas pelo detetive particular, o patrimônio do casal gira em torno de R$ 2 milhões e tudo estava no nome de Zuleide. No seu entendimento, se houvesse a separação, não sobraria nada para ele. Diante das circunstâncias do crime, não está descartado o envolvimento de outras pessoas.

Midiamaxnews

quarta-feira, 23 de junho de 2021

Adsense

SUPERMERCADO BOM PREÇO

https://picasion.com/

RESTAURANTE IZABEL

http://picasion.com/

BARRACA DO PINHEIRO

http://picasion.com/

RioverdeRV

twitter @rioverderv