CIDADES
INTERNACIONAL
quarta-feira, 9 de junho de 2021
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

Artista de MS relata polêmica de 'colegas' de rua com criação de painel na Lagoa Itatiaia

 


O artista multimídia de Campo Grande, Caio Mendes usou as redes sociais para reclamar da postura de alguns artistas de rua que teriam ficado insatisfeitos pela forma com que ele teria feito a arte por cima de um pintura antiga no mesmo espaço. A história foi relatada nesta terça-feira (8) em um vídeo publicado no Instagram do campo-grandense.

Caio foi responsável por criar o painel "Originários", na Lagoa Itatiaia que foi produzido após um pedido do amigo, mas soube de algumas histórias que não condiziam com a verdade. A produção do painel também foi feita em vídeo e o artista publicou um making-off da obra.

Por isso, para tentar findar os boatos criados em torno de toda a história envolvendo respeito, a arte de rua e a conduta entre os artistas, decidiu contar o seu lado e os fatos que fizeram a produzir seu conteúdo.Segundo Caio, alguns artistas vieram criticar a postura dele por 'cobrir' um trabalho antigo com uma nova arte. Contudo, ele destacou que existe uma certa conduta entre os artistas de rua e havia um respeito, onde a pintura de um artista não poderia, de certa forma, ser coberta por uma nova.

"Concordo até de respeitar, só o que acontece é o seguinte, a história que eles estão contando não é bem essa que estão contando", relata. O muro onde Caio fez sua arte pertencia a um imóvel de um amigo que trabalha com food truck e decidiu convidar o artista para uma pintura.

"Quando ele me convidou, não tinha nada de arte urbana, não tinha de grafite, só tinha uma propaganda de uma loja de material de construção e a gente estava combinado durante o processo de criação do painel, que levou algum tempo para ser elaborado, que o espaço estava destinado a mim".

Porém, nesse meio tempo, Mendes explica que um grupo de artistas e incluindo alguns conhecidos, pediram para fazer uma pintura no mesmo espaço que já estava reservado para o artista de multimídia, mas que houve uma insistência do grupo para que o espaço pudesse ser pintado antes, mesmo sob a alegação de que a obra poderia ser novamente coberta pelo trabalho que estava sendo idealizado por Caio.

Nisso, no relato publicado nas redes sociais, o artista questionou se os mesmos pintores que relataram saber da ética e conduta dentro do arte urbana, poderiam reclamar sobre a nova pintura que estaria a ser produzida e substituiria a já criada pelo grupo. "Se existe toda essa conduta, esse respeito, e o respeito que teria que ter com o cara quando falou que seria apagado e que a condição seria essa", diz.Caio até pensou em não fazer a pintura sobre a arte que estava no local a fim de evitar uma possível polêmica e desconforto, mas ouviu do amigo que o grupo foi avisado que a arte seria substituída pelo painel criado pelo artista.

"O local já estava estipulado para fazer um trabalho, foi cedido gentilmente pelo dono do lugar para fazer com a condição de que seria apagado. E agora [parte do grupo] está ameaçando cobrir, vai pintar por cima", disse o artista ao lembrar das críticas que sofreu por causa do contexto da pintura e invasão de território.

Topmidianews

quarta-feira, 9 de junho de 2021

Adsense

Paulinha

http://picasion.com/

RESTAURANTE IZABEL

http://picasion.com/

BARRACA DO PINHEIRO

http://picasion.com/

RioverdeRV

twitter @rioverderv