CIDADES
INTERNACIONAL
sexta-feira, 30 de abril de 2021
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

Novidade em Campo Grande, viagens de app em motos já tiram o sono de mototaxistas

 

Novo serviço pode impactar na vida dos mototaxistas - Foto: Arquivo/ Marcos Ermínio/ Jornal Midiamax

A polêmica entre motoristas de aplicativo e motoristas 'tradicionais' pode se repetir em Campo Grande, mas dessa vez com novos protagonistas: os mototaxistas. Isto porque a Uber anunciou que trará para a sua plataforma o serviço de transporte de passageiros em motos, semelhante ao mototáxi. Entre os profissionais tradicionais no transporte de passageiros em moto, a novidade já é responsável por tirar o sono de quem vive das corridas. 

Em 2017, quando a empresa implantou o aplicativo de mobilidade urbana na Capital, uma rivalidade entre os novos motoristas e os taxitas gerou certa discussão e represálias no meio automotivo. Agora em 2021, segundo o presidente do Sindicato dos Mototaxistas, Durvair Caburé, o setor recebe esse novidade com preocupação.

"Moto não é um veículo qualquer, tem uma capacidade de acidente maior. A gente precisa de pessoas, homens e mulheres, capacitados para exercer essa atividade de transporte de pessoas", disse ele ao Jornal Midiamax. Caburé frisou que o índice de acidentes envolvendo mototaxistas é 'quase zero', por conta da capacitação dos condutores que rodam na cidade.

"Quando a gente vê que está chegando um aplicativo que basta ter uma moto e os documentos que eles exigem, que é quase nada e já pode transportar vidas, a gente vê com muita preocupação", continuou. 

Conforme o presidente, outra fator preocupante é a diminuição da demanda em Campo Grande. "Vai atingir o setor em cheio, como atingiu o setor dos táxis. O próprio serviço de carros já atingiu muito as motos, não só os taxistas", comentou com a reportagem. Para ele o setor já vive em dificuldade e o novo serviço vai piorar a situação. 

Novo serviço

De acordo com a Uber, a modalidade promete sair por um preço menor do que o do UberX, dos veículos de quatro rodas, e que todas as viagens incluem, entre outras medidas, a checagem de antecedentes dos parceiros e dão aos usuários a possibilidade de compartilhar com seus contatos a placa, a identificação do condutor e a localização no mapa, em tempo real.

Além de Campo Grande, algumas outras cidades do país também contarão com o serviço, que já oferecido em Aracaju (SE). A expectativa é de que a modalidade esteja disponível para os usuários em algumas semanas.

Com a chegada das viagens de moto, entregadores parceiros que usam motocicleta e já estão cadastrados no Uber Eats podem optar por também fazer viagens de Uber Moto. Para dirigir nesta modalidade, o motociclista precisa ter 21 anos ou mais, ter CNH ao menos há dois anos e ter no documento a observação de atividade remunerada (EAR).

Midiamaxnews

sexta-feira, 30 de abril de 2021

Anúncios

https://picasion.com/

Adsense

Paulinha

http://picasion.com/

RESTAURANTE IZABEL

http://picasion.com/

BARRACA DO PINHEIRO

http://picasion.com/

RioverdeRV

twitter @rioverderv