CIDADES
INTERNACIONAL
domingo, 14 de fevereiro de 2021
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

Soraya Thronicke prega fim de ‘racismo contra brancos’ em sessão do Senado

 

Soraya Thronicke, do PSL de MS, no plenário do Senado (Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado)

A senadora Soraya Thronicke (PSL-MS) falou em combater o racismo contra pessoas brancas durante sessão plenária do Senado Federal, na última quarta-feira (10). A declaração se deu enquanto a senadora orientava a bancada do PSL na Casa sobre como votar à respeito da adesão do Brasil à Convenção Interamericana contra o Racismo e Discriminação Racial e Formas Correlatas de Intolerância.

“O PSL obviamente orienta ‘sim’ e lembra que é contra toda e qualquer forma de intolerância, lembrando também que não podemos aceitar racismo nem xenofobia contra brancos e asiáticos, enfim, etc., etc., etc.”, afirmou.

“Hoje o que nós mais temos visto nas redes sociais… Parece que as pessoas ganham um outro caráter quando estão em frente a um computador ou teclando num celular, abusam do direito de liberdade de expressão. Então, é importante que todos nós tenhamos essa consciência de que o racismo vai além do que se prega comumente. Precisamos combater toda espécie de racismo e de xenofobia”, completou Soraya.O discurso está registrado nas notas taquigráficas da sessão deliberativa da última quarta no Senado. Na ocasião, nenhum senador interpelou Soraya.

Deputado sugere livro para senadora aprender sobre racismo

Nas redes sociais, o deputado federal Paulo Teixeira (-SP) sugeriu à senadora sul-mato-grossense a leitura de “Escravidão”, livro de Laurentino Gomes que retrata o período escravista no Brasil, “para aprender o verdadeiro significado da palavra ‘racismo’”. Soraya não respondeu.

Em artigo publicado na revista CartaCapital, a filósofa e escritora Djamila Ribeiro explica que não há racismo reverso, ou seja, de pessoas negras contra pessoas brancas. “Racismo é um sistema de opressão e, para haver racismo, deve haver relações de poder. Negros não possuem poder institucional para serem racistas. A população negra sofre um histórico de opressão e violência que a exclui”, escreveu.

A adesão do Brasil à Convenção Interamericana contra o Racismo e Discriminação Racial acabou aprovada por unanimidade pelo Senado e seguiu para promulgação.

Midiamaxnews

domingo, 14 de fevereiro de 2021

Adsense

Paulinha

http://picasion.com/

RESTAURANTE IZABEL

http://picasion.com/

BARRACA DO PINHEIRO

http://picasion.com/

RIO VERDE-MS

https://picasion.com/

RioverdeRV

twitter @rioverderv