CIDADES
INTERNACIONAL
quinta-feira, 26 de novembro de 2020
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

Carne bovina e cortes de frango sobem até 50%

 


Que a picanha é um dos cortes mais caros nos açougues em qualquer lugar do país, isso ninguém tem dúvida. Mas a alta nos preços do corte impressiona – quase 50% em um ano - e o quilo já pode ser encontrado a 83 reais em Campo Grande. 

O preço de 83,98, o quilo, é praticado em uma rede de supermercados da Capital, que também têm lojas no DF e Cuiabá. Outro supermercado, também com lojas grandes na cidade, sendo uma delas na Júlio de Castilho, oferece o corte nobre por R$ 60, o quilo. Em outra rede com unidade na Capital, a mesma onde um homem foi agredido e morto por seguranças, em Porto Alegre, o valor é de R$ 70. 

Alta

Pesquisa do Procon Campo Grande, em dezembro de 2019, mostrou que, na ocasião, o preço médio da picanha, praticado em mercados e supermercados da Capital, mostrou que o quilo era vendido a R$ 45,77. Ou seja, em menos de doze meses o valor quase dobrou em Campo Grande (isso se comparar a média daquela época com o valor mais caro atualmente). 

Motivo

A justificativa para o aumento, segundo os noticiários especializados em economia é o mesmo: a cotação alta do dólar, que faz o produtor rural vender para o mercado externo, deixando pouca oferta no mercado interno e a consequente alta nos preços. 

Entidades que representam produtores rurais dizem que não há abuso nem enriquecimento, já que os criadores compram parte dos insumos em dólar e a soja e o milho, principal dieta dos bovinos, também subiram e pelos mesmos motivos.

Não há, no entanto, expectativa de redução nos preços do produto, mesmo com anúncio da ministra da Agricultura, Tereza Cristina, que o Brasil terá uma safra recorde de grãos. Ainda há o fato que o período de festas deve impulsionar a busca por proteína animal. 

quinta-feira, 26 de novembro de 2020

Adsense

SUPERMERCADO BOM PREÇO

https://picasion.com/

RESTAURANTE IZABEL

http://picasion.com/

BARRACA DO PINHEIRO

http://picasion.com/

RioverdeRV

twitter @rioverderv