CIDADES
INTERNACIONAL
sexta-feira, 11 de setembro de 2020
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

Família alvo da PF ostentava casa luxuosa e lanchas em propriedade no MT.



 Vídeos divulgados nesta sexta-feira (11) pela Polícia Federal, feitos durante a Operação Status, mostram como a família Morinigo ostentava alto padrão de vida com o dinheiro criminoso. Na propriedade localizada na região da Chapada dos Guimarães, a família chegou a realizar uma festa com show particular de dupla sertaneja famosa nacionalmente em 2017.

Os vídeos foram gravados durante o cumprimento de mandado de busca e apreensão na propriedade, que fica no Lago do Manso, em Cuiabá (MT). Ainda nas imagens é possível ver a acomodação com padrão de um resort, com salão de festas, cozinha de padrão industrial, academia completa.

Também foram encontrados em uma garagem mini buggys, lanchas, jet skis. Além disso, em uma das lojas de revenda de carros de fachada em Cuiabá, foram apreendidos um Porsche e uma Lamborghini avaliados em mais de R$ 2 milhões.

Foram dois anos de investigação da Polícia Federal que resultaram na operação. Com isso, mandados foram cumpridos em Mato Grosso do Sul, Paraguai, além Mato Grosso, Paraná, São Paulo e Rio de Janeiro. Em Campo Grande, o dono de uma loja de revenda de carros acabou preso. A princípio ele faz parte do esquema de lavagem de dinheiro no tráfico de drogas.

Ainda segundo a polícia, em Campo Grande, Dourados e Cuiabá, os agentes apreenderam cerca de R$ 20 milhões em espécie. Já no Paraguai foram apreendidos cerca de R$ 150 milhões, dinheiro da família Morinigo. Assim, tal família é apontada como ‘mentora’ no esquema da lavagem de dinheiro que usava casas de câmbio e empresas de fachada.

Também no cumprimento de mandados, cinco pessoas da família foram presas, entre elas Emídio Morinígo Ximenes e o filho Jeferson Garcia Morinígo. Além de Júlio Cesar Duarte Servian, dono das casas de câmbio no Paraguai. Ainda foram presos Robson Louribal Ajala, que seria o contador da organização, e Kleber Garcia Morinigo.

Conforme a polícia, as investigações, que começaram há dois anos com rastreamento feito pela Receita Federal após a família repassar um cheque caução de R$ 350 mil. Então, o valor foi entregue em um hospital de São Paulo para o tratamento da esposa de Emídio Morinigo. Assim, foram rastreadas cerca de 95 pessoas até a chegada da família, sendo que 19 pessoas fazem parte da organização criminosa.

Midiamaxnews

 VÍDEO: Família alvo da PF ostentava casa luxuosa e lanchas em propriedade no MT

sexta-feira, 11 de setembro de 2020

Adsense

Paulinha

http://picasion.com/

RESTAURANTE IZABEL

http://picasion.com/

BARRACA DO PINHEIRO

http://picasion.com/

FIQUE EM CASA

http://picasion.com/

RioverdeRV

twitter @rioverderv