CIDADES
INTERNACIONAL
segunda-feira, 20 de janeiro de 2020
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

Crânio é encontrado em poço após bebê ter sido esquartejada; pais estão presos


O crânio da bebê de 6 meses que foi jogada em um poço em Tabaporã, a 643 km de Cuiabá, foi encontrado pelo Corpo de Bombeiros, nessa quinta-feira (16). Os pais Tiago Silva Lacerda e Raquel Araújo Dias, que foram presos em Jataí (GO) na semana passada, são suspeitos de esquartejá-la.
O crime teria ocorrido no dia 27 de dezembro. Testemunhas disseram ter visto os suspeitos perto do Rio Sereno, com um carrinho de bebê, no entanto, os moradores não viram se a criança estava no carrinho ou não.
Depois, eles foram vistos sozinhos sem a criança e sem o carrinho e mais tarde, pedindo carona na estrada, apenas com mochilas e também sem o bebê.
Bebê foi encontrada no fundo de um poço — Foto: Drielkson Ribeiro/Corpo de Bombeiros
De acordo com a Polícia Civil, os pais teriam enterrado o corpo da filha no quintal da casa. No entanto, devido o local ser de fácil acesso, a suspeita é que eles desenterram o corpo e jogaram no poço para dificultar as investigações.
O local do enterro foi encontrado pelo cão farejador do Corpo de Bombeiros que auxiliou nas buscas.
Os bombeiros informaram que três partes do corpo da bebê foram localizadas. As duas primeiras foram encontradas na semana passada dentro do poço.
Já o crânio foi achado depois que os bombeiros esvaziaram o poço.
Carrinho da bebê foi encontrado no rio — Foto: Polícia Civil-MT

Maus-tratos

A bebê morava com a família em Tabaporã e, segundo o Conselho Tutelar, os pais já haviam sido denunciados por maus-tratos.
De acordo com as investigações, a primeira agressão ocorreu quando a criança tinha 28 dias de vida.Segundo o Conselho, a menina chegou a morar em um abrigo da cidade aos 3 meses de vida. No entanto, os pais entraram na Justiça e conseguiram ficar com a guarda da filha.
O Conselho Tutelar afirmou que fazia visitas periódicas na casa da família.
Vizinhos denunciaram os pais novamente na semana passada. Eles afirmaram que a casa onde a família morava estava abandonada.
Logo depois da denúncia, a equipe da Polícia Civil de Tabaporã iniciou as investigações, identificando testemunhas que contribuíram com informações sobre o caso.O carrinho da criança foi encontrado às margens do rio.
Mergulhadores do Corpo de Bombeiros foram acionados pela polícia para fazerem buscas no rio. Mas as partes do corpo só foram encontradas após os suspeitos indicarem o local. Com G1/MT
segunda-feira, 20 de janeiro de 2020

Adsense

Paulinha

http://picasion.com/

RESTAURANTE IZABEL

http://picasion.com/

BARRACA DO PINHEIRO

http://picasion.com/

FIQUE EM CASA

http://picasion.com/

RioverdeRV

twitter @rioverderv