CIDADES
INTERNACIONAL
sábado, 25 de janeiro de 2020
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

Câmara devolve quase 280 mil a prefeitura e destaca benefícios sociais a população


Sob a gestão do presidente Lellis Ferreira da Silva (MDB) e com o apoio dos demais vereadores, principalmente dos que compõem à Mesa Diretora, a Câmara Municipal de Camapuã tomou decisão que está servindo de exemplo para os diversos ambientes de representação política em Mato Grosso do Sul. Em vez de custear demandas sem necessidade, a Casa utilizou as sobras de duodécimo deste exercício, no total de R$ 278 mil 880, para atender reivindicações sociais da comunidade.
Depois da devolução da verba ao Executivo, compete ao prefeito Delano Huber (PSDB) fazer de imediato os repasses aos beneficiários pré-determinados pela Câmara. As devoluções ocorreram em duas parcelas. A primeira em agosto, quando a Mesa Diretora devolveu R$ 120 mil para que o prefeito adquirisse uma antena repetidora de sinal de telefonia móvel (celular), para atender as necessidades dos moradores da Vila Industrial, um benefício reclamado há tempos pelos moradores da populosa Vila.
A segunda devolução, agora no mês de Dezembro, no valor total de R$ 158 mil 880 reais, foi feita em duas vezes, uma no dia 16 e a outra no dia 30, com seis entidades contempladas pela Câmara Municipal. Cabe também ao prefeito Delano Huber efetuar o repasse desse dinheiro às organizações filantrópicas e assistenciais que foram atendidas.
Destes R$ 158 mil, 880 reais a maior parcela (R$ 70 mil), que é a metade do total devolvido pelo Legislativo, foi destinada à Sociedade de Proteção à Maternidade e Infância, mantenedora do hospital. Para a Sociedade de Proteção aos Idosos (Asilo) coube R$ 40 mil, uma quantia providencial para minimizar os efeitos da grave crise financeira que afeta a instituição.
Da mesma forma e com significado semelhante está chegando este auxílio para a Creche Menino Jesus, Associação de Apoio a Pacientes com Câncer, Associação dos Universitários de Camapuã “AUCA” e Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de  Camapuã “APAE”,  cada uma dessas entidades receberam R$ 12 mil 220.
ESTRATÉGIA DE GESTÃO
Para assegurar o uso correto e transparente do dinheiro público, a Mesa Diretora elaborou um planejamento eficiente, com ações e programas definidos por uma estratégia de gestão. Além da transparência dos atos, a Casa procurou fortalecer condições fundamentais como a valorização dos servidores, melhoria e modernização dos serviços e estreitar seus canais de relação com a sociedade.
Assim, o duodécimo que é a cota orçamentária definida para os gastos do Poder Legislativo, não foi afetado por demandas de última hora e as contas sempre foram conduzidas com equilíbrio e austeridade, sem desperdício.
Para o presidente Lellis Ferreira da Silva, adotando esses critérios e cumprindo as suas diretrizes foi possível fechar o exercício com as contas em dia e assegurando as sobras que socorreram importantes intervenções de assistência e inclusão social às populações menos favorecidas.
“Quero destacar dois suportes fundamentais nesse processo vitorioso: o apoio dos camapuanenses e o empenho de todos os vereadores, com menção especial aos colegas da Mesa Diretora. O mérito não é meu, não é de uma só pessoa, mas de todo mundo que acreditou nesse trabalho e trabalhou para que chegássemos a esses resultados”, enfatizou Lellis.
Além de Lellis na presidência, compõem a Mesa Diretora os vereadores: Márcia Pereira, do MDB (1ª vice-presidente); Ronnie Sandro, do PSL (2º vice), Pedrinho Cabeleireiro, do PR (1º secretário) e Aloísio Targino, do PSB (2º secretário).
Fonte: Tendencia
sábado, 25 de janeiro de 2020

Adsense

Paulinha

http://picasion.com/

RESTAURANTE IZABEL

http://picasion.com/

BARRACA DO PINHEIRO

http://picasion.com/

FIQUE EM CASA

http://picasion.com/

RioverdeRV

twitter @rioverderv