CIDADES
INTERNACIONAL
sexta-feira, 20 de dezembro de 2019
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

Para incentivar futebol feminino, programa oferece apoio às praticantes do esporte no Estado


Considerado o esporte mais famoso do país, o futebol ainda é majoritariamente praticado por homens no Brasil. Visando alterar esse cenário e incentivar a participação feminina, o Governo do Mato Grosso do Sul criou o Programa de Incentivo à Prática de Futebol Feminino, sancionado e divulgado na edição de hoje (19) do Diário Oficial.
O programa deve atender diversas modalidades do esporte, como futebol de campo, futsal, society e futebol de areia. Através do incentivo, devem ser promovidos torneios, campeonatos e eventos, além da disponibilização de espaços para a prática do futebol feminino. 
Para Marcelo Miranda, diretor-presidente da Fundação de Desporto e Lazer de Mato Grosso do Sul (Fundesporte), a lei deve proporcionar maior equilíbrio de gênero dentro do esporte. “Temos ações em 72 cidades do Estado que também visam o público feminino, que incentivam mulheres como praticantes de esportes no geral. Mas, através de lei, o projeto que prioriza o gênero feminino fortalece ainda mais a presença delas em um esporte tão importante para o país”, explica.    
De acordo com a lei sancionada, o programa será desenvolvido em escolas da rede estadual de ensino, em espaços esportivos da administração, nos parques e em outros locais apropriados. Também será possível o estabelecimento de parcerias entre o Governo e instituições privadas, ligas do esporte e outras entidades de administração do desporto, na modalidade de futebol feminino. 
Autor do projeto de lei que viabilizou o programa, o deputado estadual Antônio Vaz (PRB/MS), afirma que o intuito principal da normativa é proporcionar espaço para a mulher em uma área ainda dominada pelo machismo. “Ainda existe muito preconceito, esse machismo de achar que é coisa só de homem. Mas temos acompanhado o futebol feminino brasileiro e temos muitos exemplos de mulheres que jogam muito bem”, afirma o parlamentar. 
Após a Copa do Mundo de Futebol Feminino da Fifa, sediada este ano na França e transmitida pela primeira vez em tv aberta, o futebol feminino ganhou grande repercussão. Na competição, o elenco composto por estrelas como Marta, Cristiane e Formiga demonstraram a capacidade da mulher no esporte. 
“O número de meninas que querem praticar o futebol cresceu nos últimos tempos, até por causa da seleção brasileira. É importante que o Estado atenda essa necessidade e incentive, proporcionando mais espaço para essas meninas e mulheres dentro do futebol”, afirma Vaz.  
Como parte dos convênios, está inclusive a disponibilização de verbas e materiais. As despesas que envolvam o projeto serão provenientes de orçamentos públicos, que podem ser suplementados caso necessário. RECORDE HISTÓRICO
Em novembro, a final do Campeonato Paulista de Futebol Feminino foi palco de um recorde. No jogo em que o Corinthians venceu o São Paulo com o placar de 3 a 0, a comemoração também foi para o futebol como um todo: quase 29 mil pessoas estiveram presentes na Arena Corinthians, número considerado o maior público da história entre jogos de clubes femininos no Brasil.  
sexta-feira, 20 de dezembro de 2019

RESTAURANTE IZABEL

http://picasion.com/

BARRACA DO PINHEIRO

http://picasion.com/

FIQUE EM CASA

http://picasion.com/

RioverdeRV

twitter @rioverderv

VIDEOS RIOVERDEMS