CIDADES
INTERNACIONAL
sexta-feira, 25 de janeiro de 2019
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

Sete Militares do 47º BI de Coxim, incluindo um de Rio Verde e mais 219 do estado são enviados para missão na fronteira da Venezuela, em Roraima.


Sete militares voluntários do  47º BI, de Coxim, “Guerreiro Pantaneiro”, se juntaram aos outros  219, na capital e embarcaram nesta sexta-feira, (25/01/2019) para Boa Vista (RR), integrando, assim, o 4º Contingente da Força-Tarefa Logística Humanitária.
 
De Rio Verde, um militar também estará presente na operação que estará acontecendo na fronteira com a Venezuela. Júnior Benites, que está servindo no 47º BI,  é filho da professora Nadir Ferreira, ex-diretora da escola Vergelino Mateus de Oliveira.
A manhã foi de lágrimas na ALA 5 da Base Aérea de Campo Grande, com a cerimônia de despedida dos militares que integram o Contingente, que foram selecionados para  a “Operação Acolhida”  em Roraima/RR.
Do estado de Mato Grosso do Sul, 226 militares fazemparte da operação que presta assistência aos imigrantes venezuelanos e devem permanecer  por três meses.
No dia 22 de janeiro o 47º Batalhão de Infantaria  de Coxim– “Batalhão Sertanista Domingos Gomes Beliago” realizou formatura alusiva à participação de integrantes do Batalhão na “Operação Acolhida” em Boa Vista e Pacaraima, no estado de Roraima.

Em suas palavras o Ten Cel Giron, Comandante do Batalhão, destacou a importância da missão, que visa prestar apoio aos imigrantes que buscam novas oportunidades no Brasil, destacando, uma vez mais, característica marcante do Exército Brasileiro, no contexto de sua mão amiga. 

Operação Acolhida
Instrumento de ação do Estado brasileiro, a Operação Acolhida destina-se a apoiar - com pessoal, material e instalações - a montagem de estruturas e a organização das atividades necessárias ao acolhimento de pessoas em situação de vulnerabilidade. Tal conjuntura é decorrente do fluxo migratório para o Estado de Roraima, provocado pela crise humanitária na República Bolivariana da Venezuela. Por meio da Medida Provisória (MP) nº 820, de 15 de fevereiro de 2018, o Brasil instituiu o Comitê Federal de Assistência Emergencial, que decreta emergência social e dispõe de medidas de assistência para acolhimento a esse segmento-alvo. As medidas desempenhadas pelos governos federal, estaduais e municipais acontecerão pela adesão a instrumento de cooperação federativa. Os Decretos nº 9285 e nº 9286, da mesma data da MP, constituem parte da legalidade e da amplitude impostas aos atores comprometidos com essa ação. Ao todo, são 12 ministérios que integram o Comitê Interministerial. O primeiro decreto reconhece a situação crítica, enquanto que o segundo define a composição, as competências e as normas de funcionamento do Comitê Federal de Assistência Emergencial.
sexta-feira, 25 de janeiro de 2019

LOJA QUEIMA TOTAL


http://picasion.com/

MERCEARIA NOVA CANAÃ

http://www.rioverdems.com/

RioverdeRV

twitter @rioverderv

BARRACA DO PINHEIRO



http://picasion.com/

MERCEARIA TUNTUN

http://picasion.com/