->
CIDADES
INTERNACIONAL
domingo, 26 de novembro de 2017
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

Embriagado, delegado saca arma, mata advogado e fere outros três em bar


Por volta de 3h da madrugada deste sábado (25), o delegado da Polícia Civil, Gustavo Sotero,plantonista do 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP), atirou dentro do Porão do Alemão, na avenida Coronel Teixeira, bairro Ponta Negra, zona Oeste de Manaus (AM).
Quatro pessoas ficaram feridas, três homens e uma mulher. Vítima do tiroteio, o advogado Wilson de Lima Justo Filho, 35, foi socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Ele foi levado ao Hospital e Pronto Socorro 28 de Agosto, mas não resistiu aos ferimentos e morreu. Wilson Justo foi candidato a vice-prefeito de Novo Airão nas eleições de 2016, pelo PR.Um vídeo mostra correria e pânico no Porão após os tiros. Os outros feridos são Maurício Carvalho Rocha, 35, a esposa de Wilson, Fabíola Rodrigues Pinto de Oliveira, 31, e Yuri Paiva, 46. Armado Segundo testemunhas, o delegado teria se envolvido numa briga dentro da casa e ao se sentir ameaçado, sacou a arma e atirou. A ocorrência foi atendida por policiais da 21ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom). Ainda conforme relatos de frequentadores do lugar, Gustavo foi detido e encaminhado ao 19º Distrito Integrado de Polícia (DIP) para prestar depoimento. O delegado foi flagranteado por homicídio doloso e lesão corporal.
Advogado foi morto dentro do Bar do Alemão

Vídeo

Um video gravado no local do crime, se nota que o delegado foi atingido por um soco, mas sem ocorrer antes sinais de briga ou grande discussão, que pudessem motivar a agressão. Ao levantar, Sotero saca a arma e sai atirando.
O advogado Wilson de Lima Justo Filho, 35, foi vítima fatal do crime. Os outros feridos são Maurício Carvalho Rocha, 35, a esposa de Wilson, Fabíola Rodrigues Pinto de Oliveira, 31, e Iuri Paiva, 46. Uma das versões para a motivação do crime teria sido um possível flerte do delegado com a esposa de Justo. Mesmo sem áudio, no vídeo nota-se o advogado falando com o delegado.
Wilson dá um beijo em Fabíola, e se incomoda com algo que Sotero faz. Na insistência de um flerte, o advogado teria dado o soco. Veja:O delegado da Polícia Civil Gustavo Sotero teve a prisão em flagrante convertida em preventiva neste sábado (25), após audiência de custódia no Fórum Ministro Henoch Reis, no Plantão Criminal do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM).

Custodiado

A audiência foi realizada no início da tarde de hoje, com o juiz criminal plantonista Frank Augusto Lemos do Nascimento, gerando o processo, de número 0641996-45.2017.8.04.001, por homicídio simples. A princípio, ele ficará custodiado na carceragem da Polícia Civil na Delegacia Geral (DG), até que seja definida a Vara Criminal que irá receber o processo no TJ.
Um homicídio e 3 feridos O delegado foi preso em flagrante acusado pelos crimes de homicídio e lesão corporal, após ter sacado a arma e atirado em quatro pessoas no Porão do Alemão, vindo uma a óbito.
Sotero também vai responder a um Processo Administrativo Disciplinar (PAD), que pode resultar em sua demissão dos quadros da corporação.
Delegado tem histórico de embriaguês e violência

Defesa

Segundo a advogada do acusado, Carmen Romero, do Sindicado dos Delegados, Sotero contou que recebeu uma injusta agressão e que reagiu em legítima defesa. “A defesa irá acompanhar o processo e todas as garantias foram asseguradas ao delegado. Existe um vídeo que foi exibido na audiência de custódia, onde se manteve a alegação de legítima defesa, diante de agressão repentina”, falou Carmen. O caso Por volta de 2h40 de hoje, Gustavo Sotero, plantonista do 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP), atirou dentro do Porão do Alemão, na avenida Coronel Teixeira, bairro Ponta Negra, zona Oeste. Quatro pessoas ficaram feridas, três homens e uma mulher. A vítima fatal do tiroteio foi o advogado Wilson de Lima Justo Filho, 35. Os outros feridos foram Maurício Carvalho Rocha, 35, a esposa de Wilson, Fabíola Rodrigues Pinto de Oliveira, 31, e Yuri Paiva, 46.

Trânsito

Há três anos, Gustavo Sotero, após um acidente, se negou a fazer o teste do bafômetro e foi flagranteado, por embriaguez ao volante. Na ocasião, Sotero teria colidido o seu veículo de modelo Gol, cor vermelha, no carro do representante comercial Eduardo Cintrão, sobrinho de um agente da Polícia Federal. A Polícia Militar foi chamada para conter Sotero, que se alterou na ocorrência, segundo o delegado do 19º DIP na ocasião, Maurício Ramos. E foi necessário algemar Sotero, sob a alegação de abuso de autoridade
Ele se recusou a fazer o bafômetro e também a ser conduzido até o DIP, quando a PM fez sua prisão. Um vídeo mostra o delegado dando a famosa “carteirada” nos PMs que atenderam a ocorrência. Veja o vídeo:
domingo, 26 de novembro de 2017

SUPERMERCADO PANTANAL

http://picasion.com/

RioverdeRV

LOJA QUEIMA TOTAL


http://picasion.com/

BARRACA DO PINHEIRO



http://picasion.com/

SUPERMERCADO PONTO CERTO

http://picasion.com/

MERCEARIA NOVA CANAÃ

http://www.rioverdems.com/

LOJA TÔ NA MODA

http://picasion.com/

MERCEARIA TUNTUN

http://picasion.com/