->
CIDADES
INTERNACIONAL
segunda-feira, 9 de janeiro de 2017
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

Após reportagem, mais mulheres procuram Delegacia e denunciam técnico de raiox-x


Após a reportagem publicada pelo Edição MS sobre a denúncia feita por uma dona de casa, de 41 anos, que acusa um técnico de raio-x de tentativa de estupro, outras duas mulheres, procuraram a DAM (Delegacia de Atendimento à Mulher) na última sexta-feira (6), alegando que também foram vítimas do mesmo crime.
Conforme a Delegada Silvia Elaine Girardi dos Santos, uma das vítimas que também tem 41 anos, contou que foi assediada pelo técnico duas vezes, a primeira no Hospital Regional Álvaro Fontoura e a segunda num hospital particular.
A vítima detalhou que durante o procedimento no HR ele pediu para ela tirar a roupa e quando a mesma questionou, o técnico a teria repreendido dizendo que ele é quem era o especialista. Segundo a vítima, em seguida ele retirou sua blusa, fez a radiografia e a levou para a sala escura de revelação onde a segurou pelo braço e tentou agarrá-la, até que ela conseguiu se soltar e sair do local.
Ainda segundo a mulher, após o primeiro trauma quando precisou novamente se submeter a uma radiografia procurou um hospital particular, mas ao chegar ao local acabou dando de cara com o mesmo técnico.
Desta vez, durante um raio-x da coluna o técnico trancou a porta, a mandou tirar a roupa e se deitar. A paciente disse que questionou, momento em que o técnico começou a esfregar o órgão genital nela, mostrando que estava excitado. Como se não bastasse, a vítima disse que quando se exaltou e ameaçou gritar para pedir socorro o rapaz ainda puxou seu short e deu um tapa em suas partes íntimas dizendo “relaxa ai”.
Envergonhada e em choque, a mulher disse que não teve coragem de contar a ninguém até que viu a reportagem divulgada no Edição MS, que a encorajou a procurou a polícia e denunciar o autor.
Procurado por nossa reportagem o hospital particular informou que assim que tomou conhecimento do caso envolvendo o profissional já tomou as medidas necessárias.
Quem também foi motivada pela matéria foi uma mulher de 37 anos, que alega ter sido vítima do mesmo rapaz. Em seu depoimento à polícia ela disse que constantemente era assediada na rua por ele até que precisou passar por uma radiografia no HR e foi atacada pelo técnico.
De acordo com ela, como fez com as outras vítimas o técnico a mandou tirar a roupa e depois começou a passar a mão em seu corpo. Quando a mulher ameaçou gritar o rapaz teria desistido e dito “você é osso duro de roer”.
A Delegada explicou que além delas, outras duas mulheres já ligaram na Delegacia informando que também foram vítimas do técnico e pretendem registrar boletim de ocorrência. De acordo com ela, a DAM já instaurou procedimento de estupro de vulnerável sobre o caso da dona de casa e durante as investigações estão surgindo provas com outras vítimas.
A Delegada responsável pelo caso pede que se outras pessoas passaram por situação semelhante procurem a DAM, pois além da denúncia a oitiva delas também é fundamental para a investigação policial das outras vítimas.
Ediçãoms
segunda-feira, 9 de janeiro de 2017

SUPERMERCADO PANTANAL

http://picasion.com/

RioverdeRV

LOJA QUEIMA TOTAL


http://picasion.com/

BARRACA DO PINHEIRO



http://picasion.com/

SUPERMERCADO PONTO CERTO

http://picasion.com/

MERCEARIA NOVA CANAÃ

http://www.rioverdems.com/

LOJA TÔ NA MODA

http://picasion.com/

MERCEARIA TUNTUN

http://picasion.com/