->
CIDADES
INTERNACIONAL
sexta-feira, 22 de abril de 2016
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

'É um psicopata', diz amiga de jovem mantida em cárcere pelo marido


A jovem de 23 anos que foi mantida em cárcere por dois anos pelo próprio marido, em Cuiabá, se recupera do trauma junto da família dela. Uma amiga íntima dela, que não quis se identificar e não revelou onde a vítima está, afirma que ela ainda está em choque, no entanto, está ciente do que passou. A família e a vítima acusam o marido da jovem, o empresário Hélio Pereira Cardoso Neto, de 37 anos, de ter torturado, espancado e a dopado com remédios por mais de dois anos.
A Justiça de Mato Grosso decretou a prisão preventiva de Hélio, considerado foragido desde o último fim de semana, quando a jovem foi resgatada em Rosário Oeste, a 133 km de Cuiabá. O advogado dele disse à TV Centro América que o empresário está juntando provas para se apresentar à Justiça e negou que a mulher tenha sido mantida presa.
A jovem foi libertada depois que a família, que não é de Mato Grosso, perdeu contato com ela, já que Hélio impedia a vítima de ter qualquer tipo de comunicação com os familiares. A situação também foi revelada em uma carta enviada à mãe da jovem, onde ela dizia ser controlada e estar presa na própria casa.“Ela contou para nós que ele, por diversas vezes, socava a cabeça dela, a agredia, pegava o cabelo dela e puxava com muita força. Ele a obrigava a ficar com a cabeça baixa. Durante esses anos ela sequer conseguiu olhar para os lados”, disse a amiga.
A jovem não tinha acesso a telefone, celular ou internet. O marido controlava o que ela poderia assistir da televisão e o que ela poderia ler.
“Se ela estivesse lendo alguma coisa, ela tinha que ler com a cabeça baixa. Se ela colocasse a postura correta, ele dizia: 'por que você está mudando a postura?'. Ele a acompanhava até nas necessidades fisiológicas. Ele é um psicopata. E ela mesmo percebeu que se trata de um louco que precisa de tratamento e precisa ser preso”, afirmou a amiga.
Em trecho da carta, jovem revelou os abusos que sofria e disse que estava presa dentro da própria casa (Foto: Divulgação)Em trecho da carta, jovem revelou os abusos que sofria e disse que estava presa dentro da própria casa (Foto: Divulgação)
As agressões ocorriam em diversas formas. Se a jovem saísse daquilo que era determinado pelo marido, acabava sendo agredida novamente. A vítima contou que já foi agredida até por ter olhado para fora de casa pela janela da residência. A família e os amigos revelaram em entrevista que a jovem sabia de outro relacionamento de Hélio, no qual ele teria feito as mesmas coisas com a então mulher. De família evangélica, a jovem acreditava que aquilo seria coisa do passado e que o marido não faria isso com ela.
“Ela era inocente, pensava que aquela situação [as agressões] era normal e que poderia ser vivida e superada no casamento. Por isso, ela se sujeitava. Foi criada na igreja evangélica e pensava que o casamento era único, que não poderia haver divórcio. Ela pensava: 'como me casei, tenho que ficar casada para o resto da vida'. Ela não tinha mentalidade de pensar que aquilo era errado. Ela está em choque, mas agora está ciente de tudo”, declarou a amiga da vítima.
Mulher, que ficou 2 anos mantida em cativeiro pelo marido, afirma em carta que suspeito controlava ligações (Foto: Divulgação)Mulher, que ficou 2 anos mantida em cativeiro pelo marido, afirma em carta que suspeito controlava ligações (Foto: Divulgação)
A vítima soube das agressões anteriores pouco antes de se casar. “Ela dizia que ele havia mudado e que era uma pessoa diferente, que ia até à igreja com ela”, disse. A amiga diz que a jovem chegou a se separar de Hélio no final do ano de 2013, depois que começou a ser agredida.
“Ela ficou com a família por 40 dias. Ele insistiu para voltar, disse que não ia mais acontecer aquilo e pediu que ela voltasse para ele. Ela voltou com ele no início de 2014, foi quando o relacionamento com a família dela foi cortado por ele”, lembrou.
O empresário começou a demonstrar interesse pela vítima e a mandar 'mimos' quando ela tinha 12 anos, conforme relato da família. A menina recebia flores, bombons e até joias. A amiga diz que a jovem queria se 'preservar para o casamento' e só começou a ter um relacionamento com Hélio quando completou 18 anos.
A família diz que se sente ameaçada, já que Hélio está foragido, e tem medo que ele possa fazer alguma coisa contra a jovem e contra os familiares dela que vivem em Cuiabá.
sexta-feira, 22 de abril de 2016

SUPERMERCADO PANTANAL

http://picasion.com/

RioverdeRV

LOJA QUEIMA TOTAL


http://picasion.com/

BARRACA DO PINHEIRO



http://picasion.com/

SUPERMERCADO PONTO CERTO

http://picasion.com/

MERCEARIA NOVA CANAÃ

http://www.rioverdems.com/

LOJA TÔ NA MODA

http://picasion.com/

MERCEARIA TUNTUN

http://picasion.com/