CIDADES
INTERNACIONAL
sábado, 31 de agosto de 2013
RIOVERDEMS | Por PORTAL RIOVERDE NOTICIAS

Presidente da Rússia desafia EUA a apresentar à ONU provas sobre Síria

P
Presidente da Rússia, Vladimir Putin, fala na cidade de Vladivostok, leste russo

O presidente da Rússia, Vladimir Putin, desafiou os EUA a apresentar à ONU as provas de que a Síria lançou no dia 21 um ataque químico contra opositores do regime perto da Damasco. Putin afirmou que "não fazia nenhum sentido" o governo sírio provocar seus oponentes com ataques desse tipo."Se há provas, deveriam ser mostradas. Se elas não são mostradas, não existem", disse, acrescentando que o fracasso americano em expô-las à comunidade internacional era "simplesmente um desrespeito".
Aliado-chave da Síria, a Rússia também alertou que "qualquer ação militar unilateral ignorando o Conselho de Segurança da ONU" seria uma "violação direta do direito internacional".Falando de Vladivostok, no leste da Rússia, Putin conclamou Obama, como um ganhador do Nobel da Paz, a pensar sobre as vítimas futuras da Síria antes de recorrer ao uso da força. Ele também disse que era ridículo sugerir que Damasco seria o responsável pelo ataque, classificando-o de uma "provocação daqueles que querem arrastar outros países ao conflito sírio".
"As tropas do governo sírio estão na ofensiva e cercaram a oposição em várias regiões", disse. "Nessas condições, dar uma vantagem àqueles que pedem uma intervenção militar é totalmente sem sentido."Na quinta, o presidente dos EUA, Barack Obama, deixou claro que considera uma ação militar contra a Síria depois de um relatório da inteligência americana ter indicado que o suposto ataque deixou 1.429 mortos . Ele, no entanto, garantiu que a ação será específica para impedir a repetição do uso de armas químicas, que caracterizou como uma ameaça à segurança nacional americana."Não estamos considerando de forma alguma uma ação militar que envolva soldados no local, nem que signifique uma campanha longa", disse. "Mas estamos analisando a possibilidade de uma ação limitada que ajudaria a garantir que não só a Síria, mas outros no resto do mundo entendam que a comunidade internacional quer manter a proibição do uso de armas químicas", afirmou.nspetores da ONU, que investigavam o suposto uso de armas químicas, deixaram a Síria na manhã deste sábado e já chegaram à Holanda, onde entregarão as amostras coletadas durante quatro inspeções no país árabe à Organização para Prevenção de Armas Químicas, em Haia.
A ONU afirmou que seus inspetores realizaram uma ampla atividade de verificação de fatos, mas seu mandato é limitado à determinação de se armas químicas foram usadas ou não, e não sobre quem é o responsável.
sábado, 31 de agosto de 2013

BINGO 88

https://picasion.com/

PROMOÇÃO MOTO 0KM

VEM AÍ! NOVO LIVRO!

OK NET RIO VERDE

http://oknetms.com.br/

SUPERMERCADO BOM PREÇO

https://picasion.com/

RESTAURANTE IZABEL

http://picasion.com/

RioverdeRV